IMPLICAÇÕES DAS NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA: PARA QUEM? E PARA QUE?

Autores

  • Vandeir Robson da Silva Matias Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG61615463

Palavras-chave:

Geografia, educação, ambientes computacionais e softwares

Resumo

No contexto contemporâneo de demandas por renovações na educação geográfica, sobretudo as metodológicas, recursos da tecnologia da informação têm sido incorporados como formas de mediação pedagógica. Entretanto, esse processo não tem sido respaldado, muitas vezes, por estudos sobre a pertinência, a relevância, as possibilidades e os limites das novas tecnologias adotadas, tendo em vista práticas educativas e níveis de ensino. Desse modo, a adoção de novas formas de mediação pedagógica nem sempre tem proporcionado processos de ensino e aprendizagem significativos e inovadores. Este artigo parte da importância de se incorporar recursos da tecnologia da informação, particularmente os ambientes computacionais, à praticas pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-10-2005

Como Citar

MATIAS, V. R. da S. IMPLICAÇÕES DAS NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA: PARA QUEM? E PARA QUE?. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 6, n. 16, p. 242–253, 2005. DOI: 10.14393/RCG61615463. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15463. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos