Relações entre a participação estudantil na gestão democrática e a aprendizagem escolar um olhar a partir da Teoria Histórico-Cultural

Conteúdo do artigo principal

Janaina Artioli João Pedro

Resumo

A pesquisa apresentada neste resumo objetiva explorar as relações entre a participação estudantil na gestão democrática e a aprendizagem escolar. Enquanto referencial teórico-metodológico nos valemos das contribuições da Psicologia histórico-cultural e do método materialista histórico-dialético, cujo movimento orientou e caracterizou a estrutura própria do estudo.  Importante destacar que o objeto de estudo pesquisado expresso na tríade participação estudantil, gestão democrática e aprendizagem escolar é resultado de um projeto que precisou ser interrompido em função da deflagração da pandemia da COVID-19 no início de 2020. Diante de tal contexto histórico e de suas repercussões principalmente nas atividades presenciais na escola, tornou-se necessário o encerramento da pesquisa que inicialmente havíamos escolhido e cujas primeiras etapas já havíamos realizado. As experiências obtidas com as primeiras ações na pesquisa intitulada de “Grêmios estudantis e os conflitos no contexto escolar” geraram diversas inquietações, despertando o interesse pela exploração de impactos (ou possíveis impactos) nos processos de aprendizagem escolar a partir do fomento à participação estudantil pela gestão democrática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Pedro, J. A. J. . (2022). Relações entre a participação estudantil na gestão democrática e a aprendizagem escolar: um olhar a partir da Teoria Histórico-Cultural. Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 6(1), 299–306. https://doi.org/10.14393/OBv6n1.a2022-64459
Seção
RESUMO DE TESES E DISSERTAÇÕES
Biografia do Autor

Janaina Artioli João Pedro, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Brasil

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8898-917X

Referências

ALMEIDA, M. R.; ABREU, C. B. M.; ROSSLER, J. H. Contribuições de Vigotski para a análise da consciência de classe. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 16, n. 4, p. 551-560, dez. 2011.

ASBAHR, F. da S. F. A pesquisa sobre formação de pensamento teórico. Revista Simbio-Logias, Botucatu, v. 12, n. 17, p. 85-102, 12 mai. 2020.

ASBAHR, F. da S. F. Atividade de estudo como guia do desenvolvimento da criança em idade escolar: Contribuições ao currículo de Ensino Fundamental. In: MESQUITA, A. M. de; FANTIN, F. C. B.; ASBAHR, F. da S. F. (org.). Currículo Comum para o Ensino Fundamental Municipal. Bauru: Prefeitura Municipal de Bauru, 2016. cap. 3, p. 95-115.

ASBAHR, F. da S. F. Sentido pessoal, significado social e atividade de estudo: uma revisão teórica. Psicologia Escolar e Educacional, Maringá, v. 18, n. 2, p. 265-272, ago. 2014.

KAMAZAKI, S. G. C. A relação entre teoria e prática na pedagogia histórico-crítica: análise de uma proposta pedagógica para a educação infantil. 2019. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2019.

MARTINS, L. M. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. 2011. Tese (Livre-Docente em Psicologia da Educação) – Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2011.

PARO, V. H. Educação para a democracia: o elemento que falta na discussão da qualidade do ensino. Revista Portuguesa de Educação, v. 13, n. 1, p. 23-38, 2000.

PASQUALINI, J. C.; MARTINS, L. M. Dialética singular-particular-universal: implicações do método materialista dialético para a psicologia. Psicologia & Sociedade, Recife, v. 27, n. 2, p. 362-371, 2015.

PEDRO, Janaina Artioli João. Relações entre a participação estudantil na gestão democrática e a aprendizagem escolar: um olhar a partir da Teoria Histórico-Cultural. 2021. 256 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Bauru, 2021

TONET, I. Educação, cidadania e emancipação humana. Ijuí: Unijuí, 2005.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia Pedagógica. São Paulo: Martins Fontes, 2010.