Atividade de estudo e desenvolvimento humano a metodologia do duplo movimento no ensino

Conteúdo do artigo principal

Eliane Silva
https://orcid.org/0000-0002-7638-1722
José Carlos Libâneo
https://orcid.org/0000-0002-8105-2165

Resumo

O texto aborda as relações entre a atividade de estudo e o desenvolvimento humano, conforme a teoria do ensino desenvolvimental de V. Davydov, e os estudos de M. Hedegaard e S. Chaiklin sobre a metodologia do duplo movimento no ensino entre conceitos científicos e conceitos cotidianos no desenvolvimento do pensamento teórico. Os três primeiros tópicos trazem, por meio de pesquisa bibliográfica, o posicionamento desses pesquisadores em relação ao ensino desenvolvimental, à atividade de estudo e à metodologia do duplo movimento. No tópico final, é apresentada pesquisa empírica, realizada na forma de experimento didático-formativo, tendo em vista o desenvolvimento de uma metodologia de ensino de ciências nos anos iniciais do Ensino Fundamental na perspectiva do ensino desenvolvimental. O estudo indica correlação entre a revisão teórica e a análise dos dados de observações feitas ao longo do experimento didático-formativo mostrando a efetividade do duplo movimento no ensino em promover a aprendizagem e o desenvolvimento humano nos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, E., & Libâneo, J. C. . (2021). Atividade de estudo e desenvolvimento humano: a metodologia do duplo movimento no ensino. Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 5(3), 700–725. https://doi.org/10.14393/OBv5n3.a2021-59160
Seção
DOSSIÊ

Referências

AQUINO, O. F. Influências da pergunta na formação de conceitos científicos: um ensaio de interpretação. Obutchénie: Revista De Didática e Psicologia Pedagógica, 1(1), 168-186, jan./abr. 2017. DOI: https://doi.org/10.14393/OBv1n1a2017-8.

CHAIKLIN, S. A developmental teaching approach for school education. In: GORDON, W.; CLAXTON, G. (eds.). Learning for life in the 21st century: sociocultural perspectives on the future of education. New York: Blackwell Publishing Ltd., (Chapter 13) 2002.

CHAIKLIN, S.; HEDEGAARD, M. Cultural-historical theory and educational practice: some radical-local considerations. In: Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente, SP, v. 24, n. 1, p. 30-44, jan./abr. 2013. Disponível em:

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v24i1.2151. Acesso em 28 jun. 2017. DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v24i1.2151.

DAVIDOV, V. V. O que é a atividade de estudo? Traduzido de Natchalnaia Shkola. In: Revista Escola Inicial, n. 7, 1999.

DAVÍDOV, V. V.; MÁRKOVA, A. K. La concepción de la actividad de estudio en los escolares. In: La psicología evolutiva en la URSS: antología. Recopilación, comentarios y traducción de Martha Shuare. Prefacio de Vasili Davídov y Marta Shuare. Moscú: Progreso, 1987. p. 316-349. (Biblioteca de Psicología Soviética).

DAVYDOV, V. V. Principais teses da teoria materialista dialética do pensamento. In: Problemas do ensino desenvolvimental: a experiência da pesquisa teórica e experimental na psicologia. Textos publicados na Revista Soviet Education, august, v. 30, n. 8, 9, 10, sob o título: “Problems of developmental teaching: the experience of theoretical and experimental psychological research”. (Capítulo 4). 1988a. p. 118-157. Tradução de José Carlos Libâneo e Raquel A. M. da Madeira Freitas.

DAVYDOV, V. V. A atividade de estudo no primeiro período escolar. In: Problemas do ensino desenvolvimental: a experiência da pesquisa teórica e experimental na psicologia. Textos publicados na Revista Soviet Education, august, v. 30, n. 8, 9, 10, sob o título: “Problems of developmental teaching: the experience of theoretical and experimental psychological research”. (Capítulo 5). 1988b. p. 158-183. Tradução de José Carlos Libâneo e Raquel A. M. da Madeira Freitas.

DAVYDOV, V. V. A relação entre a atividade de estudo e a estruturação das matérias escolares (Item 1). In: Problemas do ensino desenvolvimental: a experiência da pesquisa teórica e experimental na psicologia. Textos publicados na Revista Soviet Education, august./v. 30, n. 8, 9, 10, sob o título: “Problems of developmental teaching: the experience of theoretical and experimental psychological research”. (Capítulo 6). 1988c. p.184-192. Tradução de José Carlos Libâneo e Raquel A. M. da Madeira Freitas.

DAVYDOV, V. V. Il problema della generalizzazione e del concetto nella teoria di Vygotsky. In: Studi di Psicologia dell´Educazione, v. 1, 2, 3. Armando, Roma, 1997.

DAVYDOV, V. V. Learning activity in the primary school age. In: Problems of developmental instruction: a theoretical and experimental psychological study. Translated by Peter Moxhay. New York: Nova Science Publishers, 2008. (Series Editors: Professor Vladislav A. Letorsky and Dorothy Robbins. (Chapter 5) p. 115-136.

ELKONIN, D. B. Sobre el problema de la periodización del desarrollo psíquico em la infância. In: La psicologia evolutiva y pedagógica em la URSS - Antología. Recopilación, comentarios y traducción del Martha Shuare. Prefacio de Vasili Davídov y Marta Shuare. Moscú: Progreso, 1987. p. 104-124. (Biblioteca de psicología soviética).

FREITAS, R. A. M. M. Pesquisa em didática: o experimento didático formativo. In: X Encontro de Pesquisa em Educação da ANPED Centro-Oeste, 2010, Uberlândia. Anais do X Encontro de Pesquisa em Educação da ANPED Centro-Oeste: Desafios da Produção e Divulgação do Conhecimento. Uberlândia, v. I. 2010. p. 01-11.

FREITAS, R. A. M. M. Ensino por problemas: uma abordagem para o desenvolvimento do aluno. In: Educação e Pesquisa. Scielo, v. 38, n. 2. São Paulo. abr. /jun. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v38n2/aop478.pdf. Acesso em: 13 mar. 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-97022011005000011.

FREITAS, R. A. M. da M. Formação de conceitos na aprendizagem escolar e atividade de estudo como forma básica para a organização do ensino. In: Educativa, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 388-418, maio/ago. 2016. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/educativa/issue/view/261/showToc. Acesso em: 17 fev. 2017. DOI : https://doi.org/10.18224/educ.v19i2.5392.

GIEST H.; LOMPSCHER, J. Formation of learning activity and theoretical thinking in science teaching. In: KOZULIN, A. et al. Vygotsky's educational theory in cultural context. Cambridge: Cambridge University Press. 2003. (Chapter 13). p 267-288. Disponível em: https://www.cambridge.org/core. Acesso em: 08 jun. 2018. DOI: https://doi.org/10.1017/cbo9780511840975.015.

HEDEGAARD, M. A zona de desenvolvimento proximal como base para o ensino. In: DANIELS, H. (org.). Uma introdução a Vygotsky. Tradução de Marcos Bagno. São Paulo: Loyola, 2002a. p. 199-227.

HEDEGAARD, M. Thinking in a sociocultural and historical perspective In: Learning and child development: a cultural-historical study. Arhus University Press. Denmark. 2002b. (Chapter 3). p. 44-54.

HEDEGAARD, M. Goals, motives, motivation and cognition. In: Learning and child development: a cultural-historical study. Arhus University Press. Denmark. 2002c. (Chapter 4). p. 55-68.

HEDEGAARD, M. Learning, development and social practice. In: Learning and child development: a cultural-historical study. Arhus University Press. Denmark. 2002d. (Chapter 5). p. 69-79.

HEDEGAARD, M. A Cultural-historical Approach to Learning. In: Classrooms. Outlines. Critical Practice Studies, 6 (1), 2004, p. 21-34.

HEDEGAARD, M. A cultural-historical theory of children’s development. In: HEDEGAARD, M.; FLEER, M. Studying children: a cultural-historical approach. McGraw Hill Education: New York; Open University Press: London, 2008a. (Chapter 2). p. 10-29.

HEDEGAARD, M. The educational experiment. In: HEDEGAARD, M.; FLEER, M. Studying children: a cultural-historical approach. McGraw Hill Education: New York; Open University Press: London, 2008b. (Chapter 11). p. 181-200.

HEDEGAARD, M.; CHAIKLIN, S. Radical-local teaching and learning: a cultural-historical approach. Aarthus (Denmark): Aartrhus University Press, 2005.

LEONTIEV, A. N. Actividad, conciencia y personalidade. Habana: Pueblo y Educación, 1983.

LIBÂNEO, J. C. A didática e a aprendizagem do pensar e do aprender: a teoria histórico-cultural da atividade e a contribuição de Vasili Davydov. In: Revista Brasileira de Educação, n. 27, p. 5-24, set /out /nov /dez 2004. Versão online ISSN 1809-449X. https://doi.org/10.1590/S1413-24782004000300002. Acesso em: 26 jul 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1413-24782004000300002.

LIBÂNEO, J. C. Didática na formação de professores: entre a exigência democrática de formação cultural e científica e as demandas das práticas socioculturais. In: SANTOS, A.; SUANNO, M. V. R. (org.). Didática e formação de professores: novos tempos, novos modos de ensinar. Porto Alegre: Sulina. (Capítulo II) 2012.

LIBÂNEO, J. C. Formação de professores e didática para desenvolvimento humano. Educação & Realidade, Porto Alegre, Ahead of print, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2175-623646132. Acesso em: 11 jun. 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-623646132.

LIBÂNEO, J. C. A teoria do ensino para o desenvolvimento humano e o planejamento de ensino. In: Educativa, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 353-387, maio/ago. 2016. ISSN 1983-7771. Disponível em:

http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/educativa/issue/view/261/showToc. Acesso em: 17 fev. 2017. DOI: https://doi.org/10.18224/educ.v19i2.5391.

PEREIRA, D. A. C.; SANTOS, D.; CARVALHO, M. B. Água: novos e antigos ritmos. In: Geografia dos lugares. São Paulo: Atual, 1993. (Capítulo 9) p. 88-95. (Geografia-ciência do espaço; v. 1).

RUBTSOV, V. A atividade de aprendizagem e os problemas referentes à formação do pensamento teórico dos escolares. In: GARNIER, C.; BEDNARZ, N.; ULANOSVSKAYA, I. (org.). Após Vygotsky e Piaget: perspectivas social e construtivista - escolas russa e ocidental. Tradução de Eunice Gruman. Porto Alegre: Artes Médicas, 2003. p. 129-137.

SILVA, E. A atividade de estudo no Ensino Fundamental conforme a teoria do ensino desenvolvimental de V. Davydov e contribuições de M. Hedegaard: um experimento didático em ciências. 2020. 283f. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, PUC Goiás, Goiânia, 2020.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2001. (Psicologia e Pedagogia).

ZOCOLER; J. C.; SFORNI, M. S. F. O ensino de ciências da natureza e a formação da concepção de mundo. In: SFORNI, M. S. F.; SERCONEK, G. C.; BELIERI; C. M. (org.) Aprendizagem conceitual e organização do ensino: experimentos didáticos na educação básica. Curitiba: CRV, 2019. p. 201-225.

ZUCKERMAN, G. A. Developmental Education: a genetic modeling experiment. In: Journal of Russian and East European Psychology, v. 49, n. 6, nov./dec, 2011, p. 45–63. DOI: https://doi.org/10.2753/rpo1061-0405490603.