Contribuições do sistema didático Galperin-Talízina para a organização do ensino de geometria

Conteúdo do artigo principal

Adriana Rodrigues
https://orcid.org/0000-0002-5435-394X
Patrícia Lopes Jorge Franco
http://orcid.org/0000-0002-7774-4089
José Renato Buêncio

Resumo

Os conteúdos geométricos encontram-se marginalmente nos currículos desde a Educação Básica e o seu ensino aligeirado pouco tem a contribuir para a qualidade da aprendizagem e da formação do pensamento geométrico dos estudantes. O presente texto apresenta possibilidades de organização do ensino de conceitos geométricos, a partir dos pressupostos da Teoria de Assimilação por Etapas das Ações Mentais de Galperin e da Teoria da atividade em Talízina e Volodarskaya. Caracteriza-se como estudo teórico-bibliográfico sobre as bases filosóficas e epistemológicas do materialismo histórico-dialético que sustentam essa organização intencional do ensino na área de matemática. Evidencia-se que, durante o processo de aprender - assimilar um conceito a nível da consciência e da generalização -, as ações atuam de acordo com uma base orientadora e são modificadas desde a sua forma material até a ação mental, agora, integrada ao pensamento. No campo da Didática, esse resultado e seus potenciais desdobramentos são muito importantes ao comprovarem que é possível organizar as ações de assimilação de conceitos geométricos por meio de atividades de aprendizagem planejadas.


 


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Rodrigues, A., Jorge Franco, P. L., & Buêncio, J. R. (2018). Contribuições do sistema didático Galperin-Talízina para a organização do ensino de geometria . Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 1(4), 193–213. https://doi.org/10.14393/OBv2n1a2018-9
Seção
Dossiê Cont. teórico-metodológicas da Teoria Histórico-Cultural para a Educ Mat

Referências

BALESTRI, Rodrigo. Matemática: interação e tecnologia, Volume 3. 2.ed.SãoPaulo: Leya, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular.Proposta final. Terceira versão. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov. br/images/BNCCpublicacao.pdf>. Acesso em: ago. de 2017.

FRANCO, Patrícia L. J. O desenvolvimento de motivos formadores de sentido no contexto das atividades de ensino e estudo na escola pública brasileira. 2015, 363f. Tese. (Doutorado em Educação) Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Uberlândia, MG. 2015. Disponível em . Acesso em: out. 2017.

FRANCO, P.L.J; LONGAREZI, A.M.; MARCO, F.F.Organização do ensino de matemática na perspectiva histórico-cultural: um processo didático-formativo. Revista Zetetiké–fe/unicamp & feuff –v. 24, n. 45 –jan/abr-2016. Acesso em: 27 out. 2017.

FRANCO, P.L.J.; LONGAREZI, A.M.; MARCO, F.F.Motives in Brazilian school education according to the cultural historical perspective and the developmental education approach In:Научныйрезультат. Педагогика и психология образования(Resultados Científicos: Pedagogia e Psicologia da Educação). Russia: Universidade Nacional de Pesquisa Estatal de Belgorod, v. 3, n. 3, 2017, p. 51-57. Disponível em: <http://research-result.ru/media/pedagogy/2017/3/%D0%9F%D0%B5%D0%B4%D0%B0%D0%B3%D0%BE%D0%B3%D0%B8%D0%BA%D0%B0_%D0%B8_%D0%BF%D1%81%D0%B8%D1%85%D0%BE%D0%BB%D0%BE%D0%B3%D0%B8%D1%8F.pdf>. Acesso em: 13 out. 2017.

GALPERIN, P. Ya. Sobre la formación de las imágenes sensoriales y de los conceptos. In: QUINTANAR R, Luís (Org). La formación de las funciones psicológicas durante el desarrollo del niño. Universidad Autónoma de Tlaxcala: Departamento de EducaciónEspecializada, México. Prim. Reimp. 2001.

______. A formação dos conceitos e as ações mentais. Trad. Caio Morais e Jamile Chastinet. Puentes. In: LONGAREZI, A.M., PUENTES, R.V (orgs). Ensino desenvolvimental: antologia: livro 1. Tradutores Ademir Damázio[et al.]. Uberlândia. MG: EDUFU, 2017. p.199-210.

LEONTIEV, Alexis. N. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte, 1978.

______.Actividad, conciencia e personalidad.Havana: Editorial Pueblo y Educación. 1983.

LOCATELLI, S.C. O ensino de geometria: o que revelam as tarefas escolares? 2015. Dissertação. (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação. Universidade Estadual de Maringá. Disponível em: < http://www.ppe.uem.br/dissertacoes/2015%20-%20Sueli.pdf>. Acesso em: out. 2017.

LONGAREZI, A.M; FRANCO, P.L.J. А.Н. Леонтьев: жизнь и деятельность психолога. Dubna Psychological Journal. Dubna/Russia, 2015, p. 9-44. Disponível em:<http://psyanima.ru/issues/issues-2015/1-2015/>. Acesso em: 22 mar. 2017.

LONGAREZI, A. M; FRANCO, P. L. J. Atividade pedagógica na unidade significado social-sentido pessoal. In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. Fundamentos Psicológicos e Didáticos do Ensino Desenvolvimental. 2017.Coleção Bilbioteca Psicopedagógica e Didática. Série Ensino Desenvolvimental-Edufu. Vol. 5, p. 265-292, 2017.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia Alemã. Trad. Luis Cláudio de Castro e Costa. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

PAVANELLO, Regina Maria. O abandono do ensino da Geometria no Brasil: causas e consequências. Zetetiké,Campinas, ano 1,n. 1, p. 7-17, set. 1993.

PUENTES, R.V. Didática desenvolvimental da atividade: o sistema Elkonin-Davidov (1958-2015). Obutchénie. Revista de Didática e Psicologia Pedagógica. Uberlândia, MG. v.1, n.1, p.20-58. 2017. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/Obutchenie/article/view/38113/20849>. Acesso em: ago. 2017.

RODRIGUES, Adriana. A produção científica sobre Didática na região Centro-Oeste: um estado da arte a partir de três programas de Pós-Graduação (2004-2010). 2015, 301f. Tese. (Doutorado em Educação) Programa de Pós-Graduação emEducação. Universidade Federal.

VOLODARSKAYA, I.A. La formación de las habilidades generalizadas del pensamiento geométrico. In: Talízina, N,F.(Compiladora). La formación de las habilidades del pensamientomatemático. San Luis de Potosí, México: Universidad Autónoma de San Luis de Potosí, 2001,p.195-245.