AGROTÓXICOS NO RESÃ?DUO INDUSTRIAL DE TOMATE E CONSEQÃœENTE RISCO NA NUTRIÇÃO ANIMAL

Autores

  • Warley Efrem Campos EV - UFMG
  • Marília Martins Melo EV - UFMG
  • Ana Luiza Costa Cruz Borges EV - UFMG
  • Helton Mattana Saturnino EV - UFMG
  • Eliana Hooper Amaral Laboratório de Resíduos e Agrotóxico do Instituto Mineiro de Agropecuária
  • Paulo Gabriel P. Silva Júnior
  • Durval Verçosa Júnior
  • Mariana Longuinhos Pinto Fundação Mendes Pimentel

Palavras-chave:

Agrotóxicos, resíduo industrial de tomate, clorpirifós, clorfenapir

Resumo

Quatro amostras de resíduo industrial de tomate (RIT) foram examinadas pelos métodos de cromatografia em camada delgada e cromatografia gasosa (método de multiresíduos) para a detecção de agrotóxicos utilizados na cultura do tomate. Detectaram-se clorfenapir em todas as amostras (0,13 a 0,28mg/kg) e clorpirifós em duas delas (0,05 e 0,1mg/kg). Determinou-se o consumo dos agrotóxicos detectados utilizando-se 108 bovinos alimentados com 51% de RIT na dieta. Os animais consumiram em média 9,2kg de RIT por dia resultando em provável consumo total de 68mg de clorfenapir e 27mg de clorpirifós em 38 dias de confinamento. Estimou-se que esse consumo pode resultar em concentrações muito pequenas de agrotóxicos na carcaça dos animais que podem variar de 1,86 a 3,98mg/kg de clorfenapir e 0,73 a 1,57mg/kg de clorpirifós. Tais quantidades são inofensivas a saúde humana. Concluiu-se que as amostras de RIT estudadas continham inseticida clorofosforado (clorpirifós) e inseticida do grupo pirrol (clorfenapir).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-27

Como Citar

Efrem Campos, W., Martins Melo, M., Costa Cruz Borges, A. L., Mattana Saturnino, H., Hooper Amaral, E., Gabriel P. Silva Júnior, P., Verçosa Júnior, D., & Longuinhos Pinto, M. (2008). AGROTÓXICOS NO RESÃ?DUO INDUSTRIAL DE TOMATE E CONSEQÃœENTE RISCO NA NUTRIÇÃO ANIMAL. Veterinária Notícias - Vet Not, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18805

Edição

Seção

Artigos