Evaluation of Hazards in Rio Grande do Sul, Brazil, Associated with Mesoscale Convective Complexes
PDF (Português (Brasil))

How to Cite

VIANA, D. R.; AQUINO, F. E.; MUÑOZ, V. A. Evaluation of Hazards in Rio Grande do Sul, Brazil, Associated with Mesoscale Convective Complexes. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 21, n. 2, 2009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/9550. Acesso em: 26 may. 2024.

Abstract

Os Complexos Convectivos de Mesoescala (CCM) são aglomerados organizados de nuvens convectivas, que atingem com frequência a Região Sul do Brasil e produzem uma grande variedade de desastres. Este trabalho identificou os CCM ocorridos entre outubro e dezembro de 2003 no Rio Grande do Sul (RS) e avaliou os desastres associados aos eventos. A identificação dos CCM foi feita através do aplicativo ForTraCC - DSA/INPE. O levantamento das ocorrências de desastres foi feito a partir do cruzamento dos dias de eventos de CCM com as informações da Defesa Civil do RS (DCRS) e do Jornal Correio do Povo. Foram identificados 22 eventos de CCM no período, responsáveis por 42 episódios de vendaval, 21 de enxurrada, 14 de enchente, cinco de granizo associado à vendaval, três de granizo, dois de alagamento, dois de inundação e um deslizamento, totalizando 90 ocorrências. Houve registro de seis mortes no RS e cinco em Santo Tomé na Argentina, fronteira com o Estado. Mais de 16.500 pessoas foram atingidas e cerca de 60% dos municípios que comunicaram desastres à DCRS decretaram situação de emergência. Em média, a cada quatro eventos de CCM, três produziram algum tipo de desastre no RS.

PDF (Português (Brasil))
Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2009 Denilson Ribeiro Viana, Francisco Eliseu Aquino, Viviana Aguilar Muñoz

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...