The construction of one urban centrality: Sete Lagoas (MG)
PDF (Português (Brasil))

How to Cite

NOGUEIRA, M. The construction of one urban centrality: Sete Lagoas (MG). Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 18, n. 35, 2006. DOI: 10.14393/SN-v18-2006-9252. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/9252. Acesso em: 9 dec. 2022.

Abstract

A cidade de Sete Lagoas é uma típica cidade média de Minas Gerais e apesar de estar tão próxima da terceira maior região metropolitana do Brasil, desenvolveu uma respeitável autonomia em relação à metrópole belo-horizontina. Partindo de indagações tais como àquelas que se referem aos objetivos, à gênese e à dinâmica dos processos socioespaciais que explicam a atual inserção de Sete Lagoas na rede urbana mineira, é que se desenvolveu esse trabalho. A posição geográfica de contato de duas grandes regiões fisionômicas e socioespaciais mineiras - as Gerais (o Sertão) e as Minas pode, certamente, constituir e explicar, numa primeira aproximação, a posição de relativa centralidade urbana conquistada por Sete Lagoas em sua região. Entretanto, outros fatores tais como os agentes sociais e suas estratégias e o modo como tais agentes se aproveitaram dessa posição geográfica para forjar aquela autonomia, são cruciais para tornar inteligível a socioespacialidade e a inserção de Sete lagoas na rede urbana mineira, na atualidade. O estudo desses processos constitui o escopo desse trabalho. Trata-se de uma tentativa de continuar trilhando uma tradição da Geografia Urbana brasileira - o estudo da cidade e sua hinterlândia , tendo em vista o relativo abandono que tal temática sofreu nos estudos urbanos brasileiros.
https://doi.org/10.14393/SN-v18-2006-9252
PDF (Português (Brasil))
Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2007 Marly Nogueira

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...