Sambaquis do litoral de Guarapari-ES: química, física e malacofauna
PDF-pt
PDF-en

Palavras-chave

arqueologia
marisqueiros
paisagem
arqueoantropossolos

Como Citar

BHERING CARDOSO, R. S.; LOPES DE FARIA, A. L.; ROCHA, P. de A.; CARDOSO TEIXEIRA, R.; DA COSTA, L. M.; FARIA DE ASSIS, A. A. Sambaquis do litoral de Guarapari-ES: química, física e malacofauna. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 32, p. 728–739, 2020. DOI: 10.14393/SN-v32-2020-54869. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/54869. Acesso em: 8 ago. 2022.

Resumo

Sambaquis são sítios arqueológicos presentes principalmente próximos a costa e a sistemas flúvio-lacustres. São encontrados na maior parte do litoral brasileiro. Coletas e análises de amostras de solos e de espécies de malacofauna fornecem informações importantes sobre a ocupação humana em determinado local. Essa pesquisa teve como objetivo verificar, através da análise de elementos químicos presentes em amostras de solos, a ocorrência de ocupação humana em três sambaquis localizados no município de Guarapari, Espírito Santo, Brasil. Foram delimitados três perfis, um para cada sambaqui, denominados Una I, Una II e Concha D’Ostra. As amostras de solos foram secas, destorroadas e peneiradas. A seguir foram enviadas para análises em laboratório. Foram encontradas quantidades significativas de elementos químicos tais como fósforo, potássio, sódio, cálcio, magnésio, manganês, zinco, cobre e também de matéria orgânica. Foi verificada ainda significativa variação nos níveis de pH, na capacidade de troca de cátions, na soma de bases e saturação de bases. Os restos de espécies de malacofauna, utilizadas como fonte de alimentação pelos sambaquieiros, bem como as análises químicas das amostras de solos realizadas permitem concluir que houve ocupação humana nos três sambaquis. Altos teores de fósforo e potássio encontrados bem como o porte do sambaqui Concha D’Ostra sugerem que ali houve ocupação humana por período de tempo maior quando comparado com os sambaquis Una I e Una II.

https://doi.org/10.14393/SN-v32-2020-54869
PDF-pt
PDF-en

Referências

ARAÚJO, A. M. U. Determinação da composição química do molusco anadara notabilis encontrado em Galinhos no Rio Grande do Norte. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Físico-Química; Química) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.

ALBINO, J.; VALE, C. C.; GOMES, R. C. Descrição Climática do Litoral do Espírito Santo. Vitória: Instituto do Milênio – RECOS. Modelagem, monitoramento, erosão e ocupação costeira – MMOC/ES, 2004.

BERTRAND, G.; BERTRAND C. Uma Geografia transversal e de travessias: o meio ambiente através dos territórios e das temporalidades. Maringá: Massoni, 2007.

BOWEN, H. J. M. Trace elements in biochemistry. New York: Academic Press, 1966.

CHIODINI, B. M.; SILVA A. G.; NEGREIROS A. B.; MAGALHAES, L. B. Matéria orgânica e a sua influência na nutrição de plantas. Revista Cultivando o Saber, v. 6, p. 181-190, 2013.

CORRÊA, G. R. Caracterização pedológica de arqueo-antropossolos no Brasil: sambaquis da Região dos Lagos (RJ) e Terras Pretas de Índio na Região do Baixo Rio Negro/Solimões (AM). 2007. 115f. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.

CORRÊA, G. R.; SCHAEFER, C. E. G. R.; MELO, V. F.; SOUZA, K. W. de; KER, J. C.; RODRIGUES, I. M. M.; SENRA, E. O. Physical and chemical attributes of archaeological soils developed from shell middens in the Região dos Lagos, Rio de Janeiro, Brazil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 35, p. 1100-1111, 2011. https://doi.org/10.1007/BF03374073https://doi.org/10.1007/BF03374073

CUSTER, J.; COLEMAN, E.; CATTS, W.; CUNNINGHAM, K. Soil chemistry and historic archeological site activity areas: a test case from Northern Delaware. Historical Archeology, v. 20, p. 89-95, 1986. https://doi.org/10.1007/BF03374073

DER - DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Elaboração de projeto de engenharia rodoviária para implantação da variante Guarapari. Guarapari, 2010. Disponível em: < https://iema.es.gov.br/Media/iema/Downloads/RIMAS/RIMAS_2010/2017.04.06%20-%20RIMA_PIUMA_GRI_out2010.pdf>. Acesso em: 15 mai 2015.

EMBRAPA. Manual de Métodos de Análise de Solo. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2011.

EMBRAPA. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: Embrapa, 2006.

ERLANDSON, J. Shell middens and other anthropogenic soils as global stratigraphic signatures of the Anthropocene. Anthropocene, v. 4, p. 24-32, 2013. https://doi.org/10.1016/j.ancene.2013.12.001

FUNARI, P. P. A. Arqueologia brasileira: visão geral e reavaliação. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 1, p. 23-41, 1994.

GASPAR, M. Sambaqui: arqueologia do litoral brasileiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

GERNET, M. V. Gênese e ocupação do sambaqui do Guaraguaçu, Pontal do Paraná. Revista NUPEM, Campo Mourão, v. 05, p. 207-211, 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - Cidades. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/es/guarapari/panorama >. Acesso em: 02 mai 2018.

KÄMPF, N.; KERN, D.C. O solo como registro da ocupação humana Pré-Histórica na Amazônia. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.4, 207-320p, 2005.

KERN D. C.; KÄMPF N. O Efeito de Antigos Assentamentos Indígenas na Formação de Solos com Terra Preta Arqueológica na Região de Oriximiná-Pa. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.13, p. 219-225, 1989.

LUCHESE, E. B.; FAVERO, L. O. B.; LENZI, E. Fundamentos da química do solo: teoria e prática. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 2002.

MARTIN, L.; SUGUIO, K.; FLEXOR, J. M.; ARCHANJO, J. D. Coastal quarternary formations of the southern part of the state of Espírito Santo. Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, v. 68, p. 389-404, 1996.

MENDONÇA DE SOUZA, A. História da arqueologia brasileira. Pesquisas Antropologia, São Leopoldo, n. 46, 1991.

PORTELLA, C. G. Avaliação da qualidade da ostra nativa Crassostrea brasiliana congelada em concha em função da composição química e análise sensorial. 2005. 66f. Dissertação (Mestrado em Aquicultura) – Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2005.

RICKEN, C.; ROSA, R. C.; MENEGHINI, J. W.; CAMPOS, J. B.; ZOCCHE, J. J. A dinâmica da paisagem e o povoamento pré-histórico no sul de Santa Catarina. Tempos Acadêmicos, Criciúma, v. 11, p. 163-184, 2013.

ROCHA, P. A. Características edáficas de cinco ambientes de restinga no Parque Estadual Paulo César Vinha-ES, Brasil. 2012. 86f. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.

ROCHA, P. A. Solos do manguezal da Baía de Guarapari-ES: mineralogia e fósforo como indicador de contaminação por esgoto doméstico. 2016. 90f. Tese (Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2016.

SILVA, I. R.; MENDONÇA, E. S. Matéria orgânica do solo. In: NOVAIS, R. F.; ALVAREZ, V. H.; BARROS, N. F.; FONTES, R. L. F.; CANTARUTTI, R. B.; NEVES, J. C. L. Fertilidade do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007, p. 275-374.

SANTOS, R. D.; SANTOS, H. G.; KER, J. C., ANJOS, L. H. C.; SHIMIZU, S. H. Manual de descrição e coleta de solo no campo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.

SOKOLOFF, V. P.; CARTER, G. F. Time and trace metals in archaeological sites. Science, v.116, p. 1-5, 1952. https://doi.org/10.1126/science.116.3001.1

TEIXEIRA, W. G.; PLENS, C. R.; MACEDO, R. S.; FIGUTI, L. Caracterização de um perfil de solo desenvolvido no Sambaqui fluvial Moraes, município de Miracatu - SP. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, v. 22, p. 181-194, 2012. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2012.107417

VILLAGRAN, X. Geoarqueologia de um sambaqui monumental: Estratigrafias que falam. São Paulo: Annablume, 2010.

WOODS, W. I. Development of anthrosol research. In: LEHMANN, J.; KERN, D. C.; GLASER, B.; WOODS, W. I. (orgs). Amazonia Dark earths: Origin, properties and management. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, pp. 3-14, 2003.

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem em revista de acesso público, os artigos são licenciados sob Creative Commons Attribution (BY), que permite o uso irrestrito, distribuição e reprodução em qualquer meio, desde que o trabalho original seja devidamente citado.

 
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...