O conhecimento local e a etnopedologia no estudo dos agroecossistemas da Comunidade Quilombola de Brejo dos Crioulos / Local knowledge and ethnopedology the study of agroecosystems maroon community of Brejo dos Crioulos (Minas Gerais, Brazil)
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Saber tradicional
etnopedologia
estratificação de ambientes

How to Cite

MATOS, L. V.; KER, J. C.; CARDOSO, I. M.; LANI, J. L.; SCHAEFER, C. E. G. R. O conhecimento local e a etnopedologia no estudo dos agroecossistemas da Comunidade Quilombola de Brejo dos Crioulos / Local knowledge and ethnopedology the study of agroecosystems maroon community of Brejo dos Crioulos (Minas Gerais, Brazil). Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 26, n. 3, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/23773. Acesso em: 17 apr. 2024.

Abstract

O presente trabalho buscou identificar, resgatar e valorizar os saberes tradicionais sobre o solo e os agroambientes, estabelecendo uma articulação destes saberes com o conhecimento científico de cunho acadêmico. Para isso, realizou-se uma estratificação dos ambientes do território quilombola de Brejo dos Crioulos, com base em critérios locais e pelo método pedológico convencional, considerando o solo e sua interface com outros componentes ambientais. Associou-se a caracterização dos agroecossistemas, com a interpretação e reconhecimento da lógica dos sistemas e saberes tradicionais de uso e manejo dos recursos naturais, constatando-se que os quilombolas reconhecem o melhor momento (tempo), o ambiente (a terra, a umidade, o microclima), a espécie e variedade, combinando atividades e elencando o conjunto de práticas que permitem o sustento de suas famílias. A comunidade de Brejo dos Crioulos domina um sistema próprio de estratificação dos ambientes, cuja identidade possibilita ampla referência e articulação ao conhecimento científico acadêmico. A construção de chaves de identificação dos ambientes com base nos critérios dos quilombolas, associada às informações obtidas com base no saber local, ao aprofundamento da caracterização dos ambientes e ao mapeamento de solos contribuíram para a melhor compreensão das estratégias agroalimentares dos quilombolas, alcançando resultados que podem subsidiar processos de planejamento e definições de políticas públicas para o uso sustentável das terras do território quilombola.
PDF (Português (Brasil))

Authors hold the Copyright for articles published in this journal, and the journal holds the right for first publication. Because they appear in a public access journal, articles are licensed under Creative Commons Attribution (BY), which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...