Caracterização sócio-econômica do trabalhador temporário da indústria canavieira em Lagoa da Prata, Minas Gerais, Brasil / Socioeconomic Characterization of the temporary worker of the sugar-cane industry in Lagoa da Prata, Minas Gerais, Brazil
PDF

Palavras-chave

cana-de-açúcar
trabalhador temporário
saúde.

Como Citar

MACIEL, M. R. A.; FONSECA, A. R.; BRAGA, F. A.; CORGOZINHO, B. M. de S. Caracterização sócio-econômica do trabalhador temporário da indústria canavieira em Lagoa da Prata, Minas Gerais, Brasil / Socioeconomic Characterization of the temporary worker of the sugar-cane industry in Lagoa da Prata, Minas Gerais, Brazil. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 23, n. 2, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/12276. Acesso em: 30 jun. 2022.

Resumo

A indústria sucroalcooleira, nos moldes que se apresenta na atualidade brasileira, implica na geração de impactos econômicos, ambientais e sociais. Nesse último ressalta-se a geração de empregos e a constituição do profissional temporário, o cortador de cana. A pesquisa teve como objetivo caracterizar algumas variáveis sócio-econômicas relativas ao trabalhador temporário da agroindústria canavieira de Lagoa da Prata, Minas Gerais. O trabalho buscou, mediante uma pesquisa documental exploratória de natureza quantitativa e descritiva, caracterizar o perfil sócio-econômico dos trabalhadores temporários da agroindústria canavieira de Lagoa da Prata - MG. Os resultados indicam que a maioria dos trabalhadores temporários do setor sucroalcooleiro são migrantes, homens e jovens, com ensino fundamental incompleto, sendo a maioria não sindicalizado. A presença majoritária de jovens evidencia a correlação entre a disposição física e a força muscular exigida pelo trabalho proposto. A maioria sendo migrantes sazonais pode ser explicada pela inibição dos trabalhadores locais diante do baixo salário oferecido, associados ao trabalho pesado e desgastante do corte da cana. A priorização do trabalhador do sexo masculino em detrimento do sexo feminino se justificou pela superioridade biológica natural para o desempenho do trabalho e pela maior oferta de mão-de-obra.
PDF

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem em revista de acesso público, os artigos são licenciados sob Creative Commons Attribution (BY), que permite o uso irrestrito, distribuição e reprodução em qualquer meio, desde que o trabalho original seja devidamente citado.

 
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...