Fluxos polares e o ritmo dos sistemas atmosféricos no nordeste do estado de São Paulo / Polar outflows and the rhythm of atmospheric systems in the northeast of São Paulo State
PDF (Português (Brasil))

Keywords

São Paulo
circulação atmosférica
frequencia

How to Cite

ARMANI, G.; GALVANI, E. Fluxos polares e o ritmo dos sistemas atmosféricos no nordeste do estado de São Paulo / Polar outflows and the rhythm of atmospheric systems in the northeast of São Paulo State. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 23, n. 1, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/11432. Acesso em: 23 jun. 2024.

Abstract

O objetivo deste trabalho foi caracterizar o ritmo dos sistemas atmosféricos no nordeste do Estado de São Paulo a partir da frequencia dos sistemas atmosféricos e dos tipos de fluxos polares entre o inverno de 2008 ao outono de 2009. A análise da circulação foi realizada diariamente a partir da análise sinótica de três níveis isobáricos: superfície, 500 e 250 hPa. Os resultados revelaram que houveram 45 passagens frontais com duração mais frequente de um dia, controlando 21,9% do ano. Os intervalos mais frequentes entre uma frente e outra foram de 5 a 6 dias, oscilando entre um mínimo de 0 (com duas frentes num mesmo dia) a 18 dias. Os sistemas extratropicais controlaram a maior parte do tempo (64,9% do ano), sendo que os anticiclonicos atuaram durante 43% do ano e os frontais 21,9%. O restante do tempo foi dominado pelos sistemas tropicais (Atlântico e continental) (35,1%), sendo que desses, os sistemas Atlânticos atuaram por 31,8% e os continentais 3,3%. No período predominaram fluxos polares do tipo oscilante (com uma tendência para interrompido) devido à elevada frequência de sistemas extratropicais (64,9%), sendo um ano diferente do habitual para este trecho do Estado, em que os sistemas tropicais apresentam equivalência no domínio do tempo com os extratropicais (50% para os tropicais e 50% para os extratropicais).
PDF (Português (Brasil))

Authors hold the Copyright for articles published in this journal, and the journal holds the right for first publication. Because they appear in a public access journal, articles are licensed under Creative Commons Attribution (BY), which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...