Fluxos polares e o ritmo dos sistemas atmosféricos no nordeste do estado de São Paulo / Polar outflows and the rhythm of atmospheric systems in the northeast of São Paulo State
PDF

Palavras-chave

São Paulo
circulação atmosférica
frequencia

Como Citar

ARMANI, G.; GALVANI, E. Fluxos polares e o ritmo dos sistemas atmosféricos no nordeste do estado de São Paulo / Polar outflows and the rhythm of atmospheric systems in the northeast of São Paulo State. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 23, n. 1, 2011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/11432. Acesso em: 24 maio. 2022.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi caracterizar o ritmo dos sistemas atmosféricos no nordeste do Estado de São Paulo a partir da frequencia dos sistemas atmosféricos e dos tipos de fluxos polares entre o inverno de 2008 ao outono de 2009. A análise da circulação foi realizada diariamente a partir da análise sinótica de três níveis isobáricos: superfície, 500 e 250 hPa. Os resultados revelaram que houveram 45 passagens frontais com duração mais frequente de um dia, controlando 21,9% do ano. Os intervalos mais frequentes entre uma frente e outra foram de 5 a 6 dias, oscilando entre um mínimo de 0 (com duas frentes num mesmo dia) a 18 dias. Os sistemas extratropicais controlaram a maior parte do tempo (64,9% do ano), sendo que os anticiclonicos atuaram durante 43% do ano e os frontais 21,9%. O restante do tempo foi dominado pelos sistemas tropicais (Atlântico e continental) (35,1%), sendo que desses, os sistemas Atlânticos atuaram por 31,8% e os continentais 3,3%. No período predominaram fluxos polares do tipo oscilante (com uma tendência para interrompido) devido à elevada frequência de sistemas extratropicais (64,9%), sendo um ano diferente do habitual para este trecho do Estado, em que os sistemas tropicais apresentam equivalência no domínio do tempo com os extratropicais (50% para os tropicais e 50% para os extratropicais).
PDF

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem em revista de acesso público, os artigos são licenciados sob Creative Commons Attribution (BY), que permite o uso irrestrito, distribuição e reprodução em qualquer meio, desde que o trabalho original seja devidamente citado.

 
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...