O ser negro no Brasil

uma reflexão sobre a exposição “Agora somos todxs negrxs?”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/REP-2020-51007

Palavras-chave:

Cor, Raça, Negro, Exposição, Artista

Resumo

Este estudo teve como objetivo principal analisar e refletir sobre o ser negro no Brasil diante da exposição “Agora somos todxs negrxs?”, que teve como curador o artista Daniel Lima. A justificativa deste estudo surge a partir da questão do título da exposição, que indaga sobre o ser negra/negro e faz refletir sobre cor/raça no Brasil como um desafio na sociedade. O percurso metodológico escolhido neste trabalho aconteceu por meio de análise da exposição e levantamento de informações. Para realizar esse procedimento metodológico, foram analisados alguns sites, fotografias expostas na exposição e literatura. Os resultados conclusivos apontam que “Agora somos todxs negrxs?” foi de suma relevância, apresenta uma ideia de enfrentamento contra o racismo institucionalizado no Brasil a partir do ponto de vista da negritude e da desconstrução do impacto da colonização e da escravidão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Pereira da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Mestrando em Artes Visuais na Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Priscila Ferreira Agostinho , Universidade Federal da Paraíba

Mestranda em Artes Visuais pela Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Referências

ABREU, L. O Samba do Crioulo Doido: Exposição Agora somos todxs negrxs?. Curadoria Daniel Lima. São Paulo, 2017. Disponível em: http://site.videobrasil.org.br/exposicoes/galpaovb/agorasomostodxsnegrxs/artistas/luiz-de-abreu. Acesso em: 25 jul. 2020.

GUIMARÃES, A. S. A. Raça, cor, cor da pele e etnia. Cadernos de Campo, São Paulo, v. 20, n. 20, p. 265-271, 2011. Doi: 10.11606/issn.2316-9133.v20i20p265-271.

HERNÁNDEZ, F. A cultura visual como um convite à deslocalização do olhar e ao reposicionamento do sujeito. In: MARTINS, R.; TOURINHO, I. Educação da Cultura Visual: conceitos e contextos. Santa Maria: Editora da UFSM, 2011. p. 31.

LIMA, D. Agora somos todxs negrxs? Associação Cultural VideoBrasil. Disponível em: http://site.videobrasil.org.br/exposicoes/galpaovb/agorasomostodxsnegrxs/. Acesso em: 17 maio 2019.

LIMA, D. Agora somos todxs negrxs? Revista Bravo, São Paulo, 18 ago. 2017. Disponível em: https://medium.com/revista-bravo/agora-somos-todxs-negrxs-2673f09ba940. Acesso em: 19 maio 2019.

LIRA, A. Localizador QBAFECCLQF: Exposição Agora somos todxs negrxs?, Curadoria Daniel Lima. São Paulo, 2017. Disponível em: http://site.videobrasil.org.br/exposicoes/galpaovb/agorasomostodxsnegrxs/artistas/ana-lira. Acesso em: 25 jul. 2020.

MERCI, beaucoup, blanc. Produção de Musa Michelle Mattiuzi: Exposição Agora somos todxs negrxs?. Curadoria Daniel Lima. São Paulo, 2017. Disponível em: http://site.videobrasil.org.br/exposicoes/galpaovb/agorasomostodxsnegrxs/artistas/musa-michelle-mattiuzzi. Acesso em: 25 jul. 2020.

PEREIRA, L. N.. A construção da ideia de raça. In: GONÇALVES, M. A. R; RIBEIRO, A. P. A. (org.). Diversidade e sistema de ensino brasileiro. Rio de Janeiro: Outras Letras, 2012. p. 142-170.

TVARDOVSKAS, L. S. Dramatização dos corpos: arte contemporânea e crítica feminista no Brasil e na Argentina. São Paulo: Intermeios, 2015.

Downloads

Publicado

01-09-2020

Como Citar

SILVA, F. P. da .; AGOSTINHO , P. F. O ser negro no Brasil: uma reflexão sobre a exposição “Agora somos todxs negrxs?”. Revista de Educação Popular, Uberlândia, v. 19, n. 2, p. 123–136, 2020. DOI: 10.14393/REP-2020-51007. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/reveducpop/article/view/51007. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais