A imitação no processo de ensino e aprendizagem de arte

Autores

  • Vera Lúcia Penzo Fernandes Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Palavras-chave:

Imitação, ensino e aprendizagem, artes visuais

Resumo

Um novo paradigma sobre a imitação se apresenta à luz da abordagem histórico-cultural e, neste texto, buscamos desvelar a presença da imitação no processo de ensino e aprendizagem, abordando especificamente as configurações que a constituem e a definem no ensino de arte, em específico nas artes visuais, a partir de uma análise histórico-cultural da presença da imitação nas aulas de arte.As observações de aulas de artes do ensino fundamental e a análise de documentos permitiram-nos definir as configurações da imitação em eixos temáticos: a imitação no processo de aprendizagem; a imitação como conteúdo; a imitação como reprodução de modelos pedagógicos, culturais e estéticos; a imitação como purgação do grotesco; a imitação e a formação do eu. Essas configurações evidenciam a existência da unidade dialética entre imitação mecânica e a imitação intelectual, imitação e criação; e imitação no seu sentido estético.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Lúcia Penzo Fernandes, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Professora assistente do Departamento de Comunicação e Artes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Downloads

Publicado

2010-10-22

Como Citar

FERNANDES, V. L. P. A imitação no processo de ensino e aprendizagem de arte. ouvirOUver, [S. l.], v. 6, n. 1, 2010. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/8221. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artes Visuais