Processos de inclusão de crianças e jovens com e sem deficiência em práticas artísticas.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV-v17n2a2021-60934

Palavras-chave:

Práticas artísticas, inclusão, crianças e jovens com deficiência.

Resumo

O presente artigo é fruto do projeto de pesquisa desenvolvido em 2019 denominado “Práticas artísticas e musicais com crianças e jovens com deficiência: Inclusão ou interação? ” Em Ituiutaba-MG. O objetivo foi identificar se práticas artísticas propiciam a interação entre crianças e jovens com e sem deficiência, no que se refere aos processos de inclusão, da escola de educação básica e da APAE, além de reconhecer os processos educativos obtidos para o desenvolvimento dos participantes. A estratégia metodológica ocorreu a partir dos encontros com os participantes do projeto com posterior análise nomotética que possibilitou a coleta de dados para este artigo. Como referência adotamos os princípios pedagógicos de Paulo Freire (2005), além dos conceitos sobre desenvolvimento humano de Vygotsky (1998, 1999, 2000) e Papalia e Feldman (2013). Esperamos que esse trabalho possibilite reflexões sobre a realização de práticas artísticas, dando maior visibilidade aos processos de inclusão decorrentes de tais práticas, de modo a contribuir com a educação inclusiva no Brasil, além de se constituir como parte integrante do processo de formação de estudantes em nível de graduação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Lins Batista , Universidade do Estado de Minas Gerais

Graduanda em Psicologia na Universidade do Estado de Minas Gerais unidade Ituiutaba-MG; Concluinte do intercâmbio sociocultural Londres-Paris (2014); Certificada pelas 60 horas intensivas de inglês pela Life intercâmbios e Stanborough School (2014) Certificada por completar 15 horas por semana de inglês no colégio Ovingdean Hall-Brighton, England, UK Concluinte do curso de Teatro Amador módulo 1 (2012); Voluntária na 7º Corrida da saúde e inclusão social da Apae de Ituiutaba (2018) Pesquisadora Bolsista PAPq UEMG 2019 com o Projeto:PRÁTICAS ARTÍSTICAS E MUSICAIS COM CRIANÇAS E JOVENS COM DEFICIÊNCIA: INCLUSÃO OU INTERAÇÃO?

Denise Andrade de Freitas Martins, Universidade do Estado de Minas Gerais

Residência Pós-doutoral em Música na Universidade Federal de Minas Gerais (2019). Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, linha de pesquisa Práticas Sociais e Processos Educativos, eixo Educação Musical (2015), Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE), Moçambique (2013), como Bolsista CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), Mestre em Educação Musical, Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro-Centro Universitário (2000). Licenciatura Plena, em Música-Piano pela Faculdade Mozarteum de São Paulo (1985); Licenciatura Curta, em Piano pela Universidade Federal de Uberlândia (1982); Bacharel em Piano pela Faculdade Mozarteum de São Paulo (1986); Licenciatura em Pedagogia (UNIUBE/MG, 2016). Docente da Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, unidade Ituiutaba (2005-2019). Realiza atividades de extensão e pesquisa em parceria com o Conservatório Estadual de Música "Dr. José Zóccoli de Andrade". Coordenadora dos projetos de extensão: Projeto Escrevendo o Futuro: (Re) cortando papéis, criando painéis e Música na APAE (Associação de Pais e amigos dos Excepcionais). Coordenadora do Concurso de Piano "Prof. Abrão Calil Neto", que divulga a música brasileira desde 1994. Idealizadora do CD Piano contemporâneo brasileiro em Ituiutaba. Pesquisadora na linha de práticas sociais e processos educativos em atividades artísticas e musicais com estudantes de escolas públicas (sem deficiência) e estudantes da APAE (com deficiência). Experiência e atuação principalmente na área de educação, música, arte e cultura. Coordenadora do grupo de pesquisa Núcleo de estudos interdisciplinares em Arte, Educação e Psicologia (dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7528302562664394)

Downloads

Publicado

2022-01-19

Como Citar

LINS BATISTA , S. .; ANDRADE DE FREITAS MARTINS, D.; SILVA ROCHA, P. . Processos de inclusão de crianças e jovens com e sem deficiência em práticas artísticas. ouvirOUver, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 321–330, 2022. DOI: 10.14393/OUV-v17n2a2021-60934. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/60934. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Processos de criação entre artes: experiências em arte e educação