O discurso teatral nas fronteiras entre vida e arte

potencialidades para a educação

Autores

  • Jean Carlos Gonçalves Universidade Federal do Paraná https://orcid.org/0000-0003-2826-3366
  • Adriana Teles de Souza Secretaria Estadual de Educação do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV-v17n2a2021-58644

Palavras-chave:

Discurso teatral, Vida, Arte, Educação

Resumo

O objetivo do presente estudo é compreender o processo de construção/composição do discurso teatral em um programa de arte e cultura desenvolvido por um centro de artes em Curitiba – Paraná – Brasil. O mirante teórico é ancorado na concepção dialógica do discurso, tendo nos estudos de Bakhtin e o Círculo seu principal referente. As materialidades analisadas buscam as potencialidades do discurso teatral tanto por um trabalho com práticas corporais quanto pela escrita de textos teatrais. Buscou-se, a partir da análise das vivências com os estudantes, aproximar, nos processos artísticos de criação cênica, aspectos da vida e da arte, compreendendo-os como movimento discursivo, repletos de elementos de teatralidade e vinculados à esfera educacional. Os resultados permitem concluir que o trabalho com a construção/composição do discurso teatral em contextos de educação não tem como menosprezar as fronteiras entre vida e arte, já que ambas se interconstituem e se intercomplementam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jean Carlos Gonçalves, Universidade Federal do Paraná

Bacharel e Licenciado em Teatro-Interpretação pela Universidade Regional de Blumenau - FURB, Mestre em Educação - PPGE/FURB e Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná - PPGE/UFPR. Realizou estágio de Pós-Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (LAEL/PUCSP), com bolsa PDJ/CNPq (Supervisão: Beth Brait). É Professor Associado da Universidade Federal do Paraná - UFPR, em Curitiba/PR, atuando no quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR - Mestrado e Doutorado acadêmicos) - Linha de Pesquisa LICORES Linguagem, Corpo e Estética na Educação, no Programa de Pós-Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensino (PPGE-Tpen/UFPR - Mestrado profissional) e nos cursos de graduação do Setor de Educação Profissional e Tecnológica - SEPT/UFPR. É líder do Laboratório de estudos em Educação performativa, Linguagem e Teatralidades (ELiTe/UFPR/CNPq)

Adriana Teles de Souza, Secretaria Estadual de Educação do Paraná

Professora, Atriz, Diretora Teatral. Membro-Pesquisadora do Grupo de Pesquisa ELiTe - Laboratório de Estudos em Educação Performativa, Linguagem e Teatralidade (UFPR/CNPq) e da Linha de Pesquisa LICORES - Linguagem, Corpo e Educação Estética (UFPR). Mestra e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná. Especialista em Psicopedagogia e Educação Especial pela ACE - Associação Catarinense de Ensino. Especialista em Ensino da Arte e Ensino Superior - Universidade Estadual do Paraná-UNESPAR/ITECNE. Bacharel em Artes Cênicas - Universidade Estadual do Paraná-UNESPAR e Licenciada em Arte pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 

Downloads

Publicado

2022-01-19

Como Citar

GONÇALVES, J. C.; TELES DE SOUZA, A. O discurso teatral nas fronteiras entre vida e arte: potencialidades para a educação. ouvirOUver, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 476–489, 2022. DOI: 10.14393/OUV-v17n2a2021-58644. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/58644. Acesso em: 8 ago. 2022.