Proximidades e distâncias entre Bosse, Vernet e Meirelles

novos olhares às representações de trajes de diferentes tempos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV-v17n2a2021-50268

Palavras-chave:

Estudo Comparativo, trajes, Abraham Bosse, Carle Vernet, Victor Meirelles

Resumo

Fruto de pesquisa mais densa e ampla, o presente artigo dedica-se a apresentar a metodologia utilizada para realização de estudo comparativo dos estudos de trajes desenvolvidos por Abraham Bosse, Carle Vernet e Victor Meirelles de Lima que, a despeito de serem artistas de três períodos históricos distintos, têm em comum a dedicação ao registro de costumes vestimentares de suas épocas. A metodologia consistiu na busca e catalogação de obras especificas que, posteriormente, foram quantificadas e analisadas de maneira a tornar possível comparação entre esses conjuntos de imagens. A relevância do estudo se coloca em dois caminhos, primeiramente, na valorização das ditas obras menores de artistas consagrados, mediante problemática e metodologias adequadas de investigação e, em segundo plano, por orientar pesquisas futuras de temáticas semelhantes pela exposição minuciosa da metodologia desenvolvida. Por outro lado, a pesquisa contextualiza as produções dessa ordem à instalação de uma sociedade moderna, afeita às temporalidades efêmeras, ao gosto pela aparência e ao valor da novidade, argumentação poucas vezes cogitada em bibliografias do campo artístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Sant'Anna, UDESC

possui graduação em História Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (1990), mestrado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Realizou estágio de doutoramento na École des Hautes Études en Sciences Sociales (2003), Pós- Doutoramento na Universidade de Strasbourg (2011), e Pós-Doutoramento na Universidade Federal do Rio de Janeiro/PPGAV. É líder do grupo de pesquisa "Moda, Artes, Ensino e Sociedade" e coordenadora de atividades de Extensão. É professora efetiva da Universidade do Estado de Santa Catarina e membro permanente do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da mesma instituição. Também é professora associada da Equipe d'Acueil 3400 "ARCHE", filiada à Universidade de Strasbourg (FR). Concentra suas pesquisas na área de História da Cultura e da Moda e Ensino Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: aparência, moda, estudos da imagem relacionados ao consumo e ao ensino, a formação em artes e design. Expertises em Victor Meirelles e sua coleção "Estudo de Trajes Italianos".

Natália Régis, UDESC

Natália Régis é graduanda no Bacharelado em Moda pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Participou como bolsista no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PROBIC no Laboratório Moda, Arte, Ensino e Sociedade.

Downloads

Publicado

2022-01-19

Como Citar

SANT’ANNA, M.; RÉGIS, N. Proximidades e distâncias entre Bosse, Vernet e Meirelles: novos olhares às representações de trajes de diferentes tempos. ouvirOUver, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 441–461, 2022. DOI: 10.14393/OUV-v17n2a2021-50268. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/50268. Acesso em: 25 maio. 2022.