Relato de experiência em educação musical: questões básicas

Autores

  • José Nunes Fernandes UNIRIO

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV16-v11n1a2015-6

Palavras-chave:

Relato de experiência, pesquisa em educação musical, estudo de caso, pesquisa-ação

Resumo

Pretende-se discutir a divulgação, cada vez maior, de relatos de experiência pelos educadores em todas as áreas do conhecimento relacionadas ao ensino, considerando-os, muitas vezes, como pesquisa, e, no nosso caso, como pesquisa em educação musical. Com isso, questiona-se: os relatos de experiência não são trabalhos considerados científicos? Qual a sua contribuição para a área? Quais são as diferenças e semelhanças entre relato de experiência, pesquisa-ação e estudo de caso? Como podemos estruturar um relato de experiência? Para responder tais questões foi necessário iniciarmos com a verificação da situação do campo através da análise do quadro de teses e dissertações (de 1970 a 2010), dos Anais dos Congressos Nacionais da ABEM e da Revista da ABEM (de 2001 a 2011). Discutimos em seguida alguns aspectos do estudo de caso e da pesquisa ação, e finalizamos com uma reflexão sobre relato de experiência, incluindo sua definição, usos, indicações de estruturação, cuidados a serem tomados e redação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

FERNANDES, J. N. Relato de experiência em educação musical: questões básicas. ouvirOUver, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 100–122, 2015. DOI: 10.14393/OUV16-v11n1a2015-6. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/30391. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Processos em Arte: unidade, repetição e transformação