O trágico em Vigotski e Filonov

Autores

  • Luana Maribele Wedekin Universidade do Sul de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV16-v11n1a2015-14

Palavras-chave:

Trágico, Lev Vigotski, Pavel Filonov, Hamlet, arte russa.

Resumo

O artigo propõe um diálogo entre a obra "Hamlet, príncipe da Dinamarca" (1999) de Lev Vigotski e a obra do pintor, poeta e teórico russo Pavel Filonov. Apresenta-se o conceito de catarse desenvolvido por Vigotski, no qual amplia a noção aristotélica e psicanalítica, ao enfatizar sua função social e ao afirmar que a catarse promovida pela tragédia não necessariamente promove alívio no espectador. Relaciona-se, então, as reflexões de Vigotski sobre a tragédia e duas obras de Filonov, cujo caráter inefável, indizível, intraduzível remetem ao trágico da existência humana

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Maribele Wedekin, Universidade do Sul de Santa Catarina

Doutora em Psicologia (UFSC); M.A. History of Art (The Courtauld Institute of Art, London - UK); Mestre em Antropologia (UFSC). Professora da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL).

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

WEDEKIN, L. M. O trágico em Vigotski e Filonov. ouvirOUver, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 238–256, 2015. DOI: 10.14393/OUV16-v11n1a2015-14. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/29893. Acesso em: 18 maio. 2022.