Práticas de leitura em sala de aula e sua relação com as concepções de leitura do SAEB

Autores

  • Maria de Fátima Souza Aquino UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)
  • José Maria de Aguiar Sarinho Júnior UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)
  • José Maria de Aguiar Sarinho Júnior UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v33n1a2017-2

Palavras-chave:

Ensino, Compreensão leitora, Estratégias de leitura.

Resumo

Esta pesquisa visa analisar, em turmas de 9º ano do Ensino Fundamental de duas escolas públicas do município de Orobó/PE, como e com que frequência são ativadas, pelo aluno, as estratégias de leitura durante as práticas leitoras. O trabalho com leitura em sala de aula tem sido um tema bastante discutido por pesquisadores nas últimas décadas. Esses estudos vêm enfatizar que o ensino da leitura, particularmente, deve assumir uma postura de destaque nas aulas de língua materna, tornando o aluno/leitor sujeito do processo. Para tanto, a pesquisa fundamenta-se à luz das considerações de Antunes (2009), Foucambert (2008), Kleiman (2013a, 2013b), Koch (2009, 2013), Leffa (1996), Liberato e Fulgêncio (2012), Marcuschi (2008), Rojo (2009) e Solé (1998), dentre outros. Esta pesquisa compreende os seguintes momentos: (i) aplicação de um questionário sobre as estratégias de leitura utilizadas pelos alunos; (ii) aplicação de duas avaliações cujas questões foram elaboradas com base nos Descritores da Prova Brasil; (iii) observação de aulas de leitura dos professores colaboradores da pesquisa e (iv) intervenção em sala, pelo professor pesquisador, por meio de uma Sequência Didática, contemplando gêneros textuais previamente selecionados para atividades de leitura. Por último, a análise dos dados compara o desempenho dos alunos nas duas avaliações. Os resultados demonstraram que é possível promover o ensino da leitura a partir das estratégias de leitura com o propósito de tornar os aprendizes usuários proficientes da língua em seu contexto social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima Souza Aquino, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)

Possui Doutorado em Linguística pela UFPB.

José Maria de Aguiar Sarinho Júnior, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade de Pernambuco (2000) e mestrado em Mestrado Profissional em Letras pela Universidade Estadual da Paraíba (2015). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino. compreensão leitora. estratégias de leitura e literatura de cordel. estereótipo feminino. gênero.

José Maria de Aguiar Sarinho Júnior, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)

Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade de Pernambuco (2000) e mestrado em Mestrado Profissional em Letras pela Universidade Estadual da Paraíba (2015). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino. compreensão leitora. estratégias de leitura e literatura de cordel. estereótipo feminino. gênero.

Downloads

Publicado

2017-07-31

Como Citar

AQUINO, M. de F. S.; SARINHO JÚNIOR, J. M. de A.; SARINHO JÚNIOR, J. M. de A. Práticas de leitura em sala de aula e sua relação com as concepções de leitura do SAEB. Letras & Letras, [S. l.], v. 33, n. 1, p. 45–69, 2017. DOI: 10.14393/LL63-v33n1a2017-2. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/4. Acesso em: 27 nov. 2022.