Deficiência Visual e Educação Matemática: estudo dos artigos publicados nos anais dos Encontros Nacionais de Educação Matemática

Conteúdo do artigo principal

Vanessa de Paula Cintra
https://orcid.org/0000-0001-6464-4882
José Augusto Cambraia Beirigo
https://orcid.org/0000-0001-6583-4274

Resumo

Esta é uma pesquisa de cunho qualitativo. Tem por objetivo apresentar um estudo das pesquisas que envolvem a deficiência visual, publicadas em todos os anais dos Encontros Nacionais de Educação Matemática, considerado um dos principais eventos da comunidade de Educação Matemática do Brasil. Para selecionar os artigos, buscamos as seguintes palavras-chave: deficiência visual, cegos, inclusão e Necessidades Educacionais Especiais. Encontramos 38 trabalhos, que em nossa análise foram subdivididos em eixos: atividades didáticas; formação de professores e perspectivas. Podemos observar que nas sete primeiras edições do evento, o assunto não foi abordado e só a partir de 2004 surgiram os primeiros trabalhos na perspectiva aqui investigada e, ainda, em 70% destas pesquisas, o objetivo geral foi desenvolver metodologias para o ensino da Matemática para alunos com deficiência visual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Cintra, V. de P. ., & Beirigo, J. A. C. . (2019). Deficiência Visual e Educação Matemática: estudo dos artigos publicados nos anais dos Encontros Nacionais de Educação Matemática. Ensino Em Re-Vista, 26(Especial), 1261–1285. https://doi.org/10.14393/ER-v26nEa2019-14
Seção
Artigos

Referências

ANDRADE, A. A.; SILVA, D. M.; O ensino de funções matemáticas para alunos deficientes visuais utilizando o multiplano como ferramenta de ensino. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/3091_1831_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

ANJOS, D. Z.;Código matemático unificado: da definição às diferenças semióticas na conversão da tinta ao Braille. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/5413_2991_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

ANJOS, H. P. O conceito de inclusão nas falas de professores: deslizamentos de sentidos presentes no discurso. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DO NORTE E NORDESTE, 19, 2009, João Pessoa - PB. Anais eletrônicos. UFPA, 2009. Disponível em: http://www.ufpa.br/campusmaraba/index/cache/publicacoes/hildete_faced_3.pdf. Acesso em: 15 jan. 2016.

ARAÚJO, M. M.; SALES, E. R.; O tabuleiro de decimais em uma classe inclusiva: uma possibilidade para alunos com deficiência visual. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/6591_2720_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

BANDEIRA, S. M. C. et al.; Das dificuldades às possibilidades: desafios enfrentados para a inclusão de uma aluna cega nas aulas de matemática no ensino médio. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/1681_1122_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

BANDEIRA, S. M. C.; Caminhos trilhados para uma formação em matemática para inclusão de estudantes cegos no ensino médio. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/6121_2674_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

BARBOSA, C. M.; TÁBOAS, P. Z.;Sítio de matemática com acessibilidade a deficientes visuais. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/RE/T19_RE417.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

BRASIL. Conferência Mundial de Educação para Todos. Declaração Mundial de Educação para Todos. Plano de Ação para Satisfazer as Necessidades Básicas de Aprendizagem. Brasília, DF: UNIFEC, 1990.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. 1988.

BRASIL. Decreto n. 6.949/2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Diário oficial da União, 25 de agosto de 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Decreto/D6949.htm. Acesso em: 15 jan. 2016.

BRASIL. Lei nº 13.005/2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Diário oficial da União,25 de junho de 2014. Disponível em https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 15 jan. 2016.

BRASIL. Lei nº 13.146/2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Diário oficial da União, 6 de julho de 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: 15 jan. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei 9394/96. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário oficial da União, 23 de dezembro de 1996.

CALORE, A. C. O.;A etnomatemática e a deficiência visual: um caminho para a inclusão cultural. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, IX, 2007, Belo Horizonte. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/files/ix_enem/Comunicacao_Cientifica/Resumos/CC01425475817R.doc. Acesso em: 30 jan. 2016.

CAMARGO, E. D. F. et al; O enfoque da acessibilidade na produção de materiais didáticos para o ensino de matemática. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/5823_3516_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

CÉZAR, N. S. R.; Deficientes visuais e a construção do conhecimento matemático da ideia de função. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/227_1822_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

CINTRA, V. P. Trabalho com Projetos na formação inicial de professores de Matemática na perspectiva da educação inclusiva. 2014. 137 f. Tese de (Doutorado em Educação Matemática) – Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claro.

COSTA, M. I. S. et al.; Dificuldades do ensino de matemática para cegos segundo a opinião de docentes. In: encontro nacional de educação matemática, x, 2010, salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/CC/T19_CC1578.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

FERNANDES, S. H. A. A.; HEALY, L.; As concepções de alunos cegos para os conceitos de área e perímetro. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃOMATEMÁTICA, XIII, 2004, Belo Horizonte. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/files/ix_enem/Comunicacao_Cientifica/Resumos/CC01425475817R.doc. Acesso em: 30 jan. 2016

FERNANDES, S. H. A. A.; HEALY, L.; Diálogos sobre simetria com aprendizes sem acuidade visual – uma análise Vygotskyana. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃOMATEMÁTICA, IX, 2007, Pernambuco. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/. Acesso em: 30 jan. 2016.

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, ano 23, n. 79, p.257-272, ago. 2002.

GESSINGER, R. M. Alunos com necessidades educacionais especiais nas classes comuns: relato de professores de Matemática. 2001. 228 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. 7 ed. Rio de Janeiro (editora Record), 1999. p. 52.

KALEFF, A. M. M. R. et al.; Dois experimentos educacionais para o ensino de áreas para alunos com deficiência visual. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/228_113_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

KALEFF, A. M. M. R.; ROSA, F. M. C., VOTTO, B. G.; Uma aplicação de materiais didáticos no ensino de geometria para deficientes visuais. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/RE/T19_RE433.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

KALEFF, A. M. M. R.; ROSA, F. M.; TELLES, P. V. F.; Um caminhar à busca da inclusão: observações sobre aplicações de atividades adaptadas para o deficiente visual. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/228_109_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

LOURENÇO, L. R.; CARDOSO, V. C.; O conceito de inclusão de deficientes visuais num contexto do ensino de matemática de uma escola da região do ABC. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/2218_732_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

MANTOAN, M. T. E. Inclusão Escola: O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo (Editora Moderna), 2003.

MARCELLY, L. Do improviso às possibilidades de ensino: estudo de caso de uma professora de matemática no contexto da inclusão de estudantes cegos. 2015. 194 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claro.

MARCONE, R. Deficiencialismo: a invenção da deficiência pela normalidade. 2015. 170 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claro.

MELLO, E. M.; A atuação do professor de matemática frente a uma sala de aula inclusiva com alunos cegos. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/1375_292_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

MONTEIRO, A. D. et al.; O uso de materiais adaptados no ensino da matemática para o aluno cego e com baixa visão. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: . Acesso em: 30 jan. 2016.

MORAES, M. E. L.; VIEIRA, S. C. A.; SANTOS, F. M.; A leitura em Braille: apropriação de matemática para aluno adulto com cegueira adquirida como elevador de autoestima. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/7542_3508_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

MOURA, A. A.; LINS, A. F.; Educação matemática e educação inclusiva: trabalhando de forma colaborativa. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/1743_681_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

OLIVEIRA, A. F. T. de M.; ARAÚJO, C. M. de. A formação de professores para a educação inclusiva: um olhar sobre os saberes docentes do professor-formador. In: 35a Reunião Anual da ANPEd, 2012, Porto de Galinhas, 2012.

OLIVEIRA, E. S.; Softwares educativos no processo de ensino-aprendizagem da matemática de crianças com necessidades especiais nas áreas mental e visual: inclusão e educação matemática. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/5823_3516_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

OLIVEIRA, M. L.; Os desafios assumidos na educação inclusiva: um estudo de caso sobre o ensino e a aprendizagem na área de matemática. In: Encontro Nacional de Educação Matemática, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/CC/T19_CC1864.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

PALMEIRA, C. A.; LEITE, H. C. A.; PRANE, B. Z.;Estabelecendo parcerias em busca da inclusão de alunos com deficiência visual. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/RE/T19_RE1951.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

PALMEIRA, C. A.; WAGNER, V. M. P. S.; Matemática no ensino médio: possibilidades de inclusão. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/2760_1061_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

PEIXOTO, J. L. B.; HORA, G. S.; CAZORLA, I. M.; Programa teias: formação de conceitos matemáticos por alunos com necessidades educacionais especiais. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/RE/T19_RE1799.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ., Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006. Disponível em: http://alfabetizarvirtualtextos.files.wordpress.com/2011/08/as-pesquisasdenominadas-do-tipo-estado-da-arte-em-educac3a7c3a3o.pdf. Acesso em 30 jan. de 2016.

SANTOS, C. E. R.; JUNIOR, O. O. F.; Perspectivas sobre o uso do design instrucional para uma EAD inclusiva: por onde estamos caminhando. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/459_659_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

SANTOS, F. B.; A aprendizagem de conceitos básicos de probabilidade por uma dupla de estudantes cegos e videntes mediados pela maquete tátil. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XII, 2016, São Paulo. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/7735_3997_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

SEGADAS, S. et al.; O ensino de simetria para deficientes visuais. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, IX, 2007, Belo Horizonte. Anais. Disponível em: https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwjN4ZGBy8zQAhWBEZAKHckbBQEQFggbMAA&url=http%3A%2F%2Fwww.sbembrasil.org.br%2Ffiles%2Fix_enem%2FComunicacao_Cientifica%2FTrabalhos%2FCC81955154791T.doc&usg=AFQjCNHQ0uHP8v3zr11ud4mTO9M4ZPhT_w&bvm=bv.139782543,d.Y2I. Acesso em: 30 jan. 2016.

SILVA, I. R.; Como os cegos enxergam. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/5823_3516_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

SILVA, J. A. F.; PEIXOTO, J. L. B.; A pesquisa com alunos cegos: o soroban mediando aaprendizagem do sistema de numeração decimal. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/PT/T19_PT845.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

SOUZA, R. N. S.; Soroban: potencializando a construção de nosso sistema de numeração e de vias para inclusão de alunos com necessidades visuais. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, IX, 2007, Belo Horizonte. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/files/ix_enem/Mesa/artigo%20soroban%20-ENEM%202007.doc. Acesso em: 30 jan. 2016.

STROTTMANN, C. I.; SCHUCK, F.; SCHEIN, Z. P.; Material concreto para o desenvolvimento do conceito do Teorema de Pitágoras para portadores de deficiência visual. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/172_833_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

TAVARES, S. et al.; Educação inclusiva – construindo condições de acessibilidade em sala de aula de matemática. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, X, 2010, Salvador. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.gente.eti.br/lematec/CDS/ENEM10/artigos/PT/T19_PT1914.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

ULIANA, M. R.; A inclusão de alunos cegos nas aulas de matemática das escolas públicas estaduais de Rondônia. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://sbem.web1471.kinghost.net/anais/XIENEM/pdf/238_2207_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.

UNESCO. Declaração de Salamanca: sobre princípios, políticas e práticas, na área das necessidades educativas especiais, 1994. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf. Acesso em: 15 jan. 2016.

VIEIRA, S. S.; SILVA, F. H. S.; Flexibilizando a geometria na educação inclusiva dos deficientes visuais: uma proposta de atividades. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, IX, 2007, Belo Horizonte. Anais eletrônicos. Disponível em: https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=1&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwiB4YzMyMzQAhWHkJAKHTiKAnkQFggdMAA&url=http%3A%2F%2Fwww.sbembrasil.org.br%2Ffiles%2Fix_enem%2FComunicacao_Cientifica%2FTrabalhos%2FCC77320220253T.doc&usg=AFQjCNEr92aVMNADSOEZlWGtQps_vwkvoA. Acesso em: 30 jan. 2016.

VITA, A. C.; KATAOKA, V. Y.;O envolvimento de alunos cegos na construção de uma maquete tátil para a aprendizagem de probabilidade. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, XI, 2013, Curitiba. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.sbembrasil.org.br/enem2016/anais/pdf/5823_3516_ID.pdf. Acesso em: 30 jan. 2016.