‘E não nos deixeis cair em tentação’: livros de leitura religiosa do governo fascista para as escolas italianas no Brasil (anos 20 e 30 do século XX)

Conteúdo do artigo principal

Terciane Ângela Luchese
https://orcid.org/0000-0002-6608-9728

Resumo

O presente texto analisa produção, circulação e estratégias de (con)formação postos em jogo pelos dois volumes do livro Letture di Religione, distribuídos gratuitamente aos alunos das escolas italianas do Brasil. A presença dessas escolas no país foi considerável e em 1908, contabilizava-se 13.657 alunos que frequentavam 264 instituições, sendo 13 católicas. A rede consular responsabilizava-se pela recepção e distribuição de materiais escolares (predominantemente livros) e subsídios financeiros da Itália para o Brasil. Com o Fascismo, intensificou-se a organização e a atenção às escolas. Ancorada nos referenciais da História Cultural, o corpus empírico é formado por livros escolares, legislações, jornais e relatórios consulares, sendo a análise documental histórica o procedimento metodológico. Compreender os saberes produzidos e difundidos pelo uso dos referidos livros como propagadores do ideal fascista e católico nas escolas italianas do exterior e os sentidos simbólicos que esses objetos adquiriram no universo escolar é tema de relevância para a História da Educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Luchese, T. Ângela . (2019). ‘E não nos deixeis cair em tentação’: livros de leitura religiosa do governo fascista para as escolas italianas no Brasil (anos 20 e 30 do século XX). Cadernos De História Da Educação, 18(2), 368–385. https://doi.org/10.14393/che-v18n2-2019-6
Seção
Dossiê: Escolarização, livros escolares e movimentos migratórios
Biografia do Autor

Terciane Ângela Luchese, Universidade de Caxias do Sul (Brasil)

https://orcid.org/0000-0002-6608-9728
http://lattes.cnpq.br/7640634913198342
taluches@ucs.br

Referências

ASCENZI, A.; SANI, R. Il libro per la scuola tra idealismo e fascismo. Milano: Vita e Pensiero, 2005.

BEMPORAD, Editora. Edizioni per la Gioventù. Catalogo da R. Bemporad. Florença: R. Bemporad, 1935.

BERTONHA, J. F. O fascismo e os imigrantes italianos no Brasil. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

CANNISTARO. P.V. e ROSOLI, G.. Emigrazione, Chiesa e Fascismo. Lo scioglimento dell ´Opera Bonomelli (1922 – 1928). Roma: Edizioni Studium, 1979. https://doi.org/10.1086/ahr/86.1.170

CHARNITZKY, J. Fascismo e Scuola. La política scolastica del Regime (1922 – 1943). Flaorença: La Nuova Italia, 1996.

CHARTIER, R. Prefácio. In: CHARTIER, R. (org.). Práticas da leitura. 4ª ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2009b, p. 20.

CORREIO PAULISTANO. Diretor geral Flaminio Ferreira e gerente Edgard Nobre de Campos. Edição de 24/12/1927, p. 16.

CORREIO PAULISTANO, dirigido por Abner Mourão e com gerência geral de Edgar Nobre de Campos. Publicado na quarta-feira, 08/01/1930, p. 07.

CORREIO PAULISTANO, órgão do Partido Republicano Paulista. Redator-chefe José Carlos Pereira de Sousa, superintendente Antonio Hermann Dias Menezes. Ano LXXXII. Edição de 08/08/1936, nº 24.661, p.04.

CORREIO PAULISTANO, órgão do Partido Republicano Paulista. Redator-chefe José Carlos Pereira de Sousa, superintendente Antonio Hermann Dias Menezes. Ano LXXXII. Edição de 24/12/1936, nº 24.779, p.12.

CORREIO PAULISTANO, órgão do Partido Republicano Paulista. Redator-chefe José Carlos Pereira de Sousa, superintendente Antonio Hermann Dias Menezes. Ano LXXXIII. Edição de 01/01/1937, nº 24.785, p. 17.

FANCIULLI, G.. Letture di religione. Classe II e III (per le Scuole Elementari Italiane all´Estero). Vol I. Verona: A. Mondadori, 1932.

FANCIULLI, G.. Letture di religione. Classe IV e V (per le Scuole Elementari Italiane all´Estero). Vol II. Verona: A. Mondadori, 1935.

FANCIULLI, G. Glorie d'Italia: libro per la gioventu italiana sotto ogni cielo. Prefazione di Piero Parini. Turim: Societa Editrice Internazionale, 1929.

FANCIULLI, G. Fedeltà: romanzo per i ragazzi. Turim: G. B. Paravia & C., 1942.

FANCIULLI, G. I nostri ragazzi. Milano: U. Hoepli, 1937.

GALFRÉ, M.. Il regime degli editori: libri, scuola e fascismo. Roma – Bari, Italia: Laterza, 2005.

GAUDIO, A.. Scuola, Chiesa e Fascismo. La scuola cattolica in Italia durante il fascismo (1922 – 1943). Brescia: La Scuola, 1995. https://doi.org/10.5944/hme.7.2018.19389

GIANCANE, D.. Giuseppe Franciulli maestro della letteratura per l´infanzia. Una monografia. Bari: Levante Editori, 1994.

GIRON, L.S.. As sombras do Littorio. O fascismo no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Parlenda editora, 1994. https://doi.org/10.15448/1980-864x.1994.1.29095

JORNAL A GAZETA. Dirigido por Pedro da Motta Lima. Ano XXV. Edição de quarta-feira, 03/12/1930, nº 7.446, p.12.

JORNAL LA STAFFETTA RIOGRANDENSE – settimanale cattolico della colonia. Editado em Garibaldi/RS.

LUCHESE, T. Â.. O processo escolar entre imigrantes no Rio Grande do Sul. Caxias do Sul: EDUCS, 2015.

LUCHESE, T. Â. (org.). História da Escola para imigrantes italianos e descendentes em terras brasileiras. Caxias do Sul: EDUCS, 2014.

LUCHESE T. Â. Em busca da escola pública: tensionamentos, iniciativas e processo de escolarização na Região Colonial Italiana, Rio Grande do Sul, Brasil. In: Cadernos de História da Educação. V. 11, nº 2, jul/dez. 2012, p. 667 – 679. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/21718/11927 acesso em 08/02/16. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2017.1.25075

MINISTERO DEGLI AFFARI ESTERI. Annuario dele scuole italiane all’estero: governative e sussidiate. Roma: Tipografia del Ministero degli Affari Esteri, 1908. https://doi.org/10.2307/2608335

MONTINO, D. Le tre Italie di Giuseppe Faciulli. Educazione e letteratura infantile nel primo Novecento. Torino, Italia: SEI Frontiere, 2009.

PARLAGRECO. C. Le Scuole Italiane. In: Fanfulla.. Il Brasile e gli italiani. Firenze: R. Bemporad & Figlio, 1906, p. 796 – 810.

SALE, G. La Chiesa di Mussolini. I raporti tra fascismo e religione. Milano: Rizzoli, 2011.

SALVETTI, P. Le scuole italiane all’estero. In: Bevilacqua Piero; De Clementi, Andreina e Franzina, Emilio (orgs.). Storia Dell’Emigrazione Italiana. II Arrivi. Roma, Italia: Donzelli Editore, 2009. https://doi.org/10.1017/s1353294400014149

SANI, R. ‘La Civiltà Cattolica’ e la politica italiana nel secondo dopoguerra (1945 – 1958). Milano: Vita e Pensiero, 2004.

TRENTO, A. Do outro lado do Atlântico: um século de imigração italiana no Brasil. São Paulo: Nobel, 1989.

VALDUGA, G.. Paz, Itália, Jesus. Uma identidade para imigrantes italianos e seus descendentes: o papel do jornal Correio Riograndense (1930 – 1945). 205fl. Porto Alegre: PUC/RS, 2007. (Dissertação em História).