GEOGRAFIA NO ESPAÇO VIRTUAL E PANDEMIA: PROCESSOS INCLUSIVOS E EXCLUDENTES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO TOCANTINS

Autores

  • Antônia Márcia Duarte Queiroz Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG228155408

Palavras-chave:

Pandemia, TICs, Educação, Ensino geográfico

Resumo

O objetivo desse trabalho foi identificar as iniciativas da educação ofertadas pelo curso de Geografia e as atividades oferecidas pela universidade Federal do Tocantins – UFT, durante o período de pandemia Covi-19 no Brasil. Entendermos a situação dos estudantes, a estrutura de funcionamento desse curso e a Universidade na formação de professores, a luz das discussões e a utilização do Ensino Híbrido e Ensino Remoto, em virtude do isolamento social em todo o país. A metodologia qualitativa partiu de análise teórica, de resultados de questionário e das ações de ensino, pesquisa e extensão on-line, realizadas pelo curso de Geografia e pela universidade, disponíveis na página oficial da UFT. Foram levantadas reflexões a partir da articulação do curso de Geografia, com a instituição e a interlocução professor/estudante no espaço virtual. A especificidade desse confronto mostrou formas de inclusão e exclusão pelas TICs, de diversas maneiras, tais como social, afetiva e de conhecimento. Por um lado, na formação de professores, nesse contexto regional, a modalidade de educação on-line, privilegia poucos estudantes, aqueles que possuem acesso as redes das TICs. Por outro lado, exclui muitos estudantes que não possuem acesso aos instrumentos midiáticos nesse momento de pandemia e,durante toda a sua formação acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônia Márcia Duarte Queiroz, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professora Adjunta na Universidade Federal do Tocantins-UFT

Downloads

Publicado

01-06-2021

Como Citar

Queiroz, A. M. D. . (2021). GEOGRAFIA NO ESPAÇO VIRTUAL E PANDEMIA: PROCESSOS INCLUSIVOS E EXCLUDENTES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO TOCANTINS. Caminhos De Geografia, 22(81), 196–216. https://doi.org/10.14393/RCG228155408

Edição

Seção

Artigos