MINAÇU- GO: PAISAGENS E PERCEPÇÕES NAS PERSPECTIVAS DO TURISMO

Autores

  • Lídia Milhomenm Pereira Instituto Federal de Goiás
  • Maria Geralda de Almeida Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113416167

Palavras-chave:

Paisagens, percepção, potencialidade turística.

Resumo

O presente artigo objetivou analisar os diferentes significados da paisagem de lagosatri buídos pelos moradores no município de Minaçu- GO. Os lagos do município de Minaçu-GO são os de Cana Brava e da Serra da Mesa. Procurou-se evidenciar como os moradores percebem as paisagens construídas pelos lagos e se estas se constituem em potenciais de atrativos turísticos. Os procedimentos teóricometodológicos se iniciaram com o levantamento e posterior análise bibliográfica sobre o tema. Os estudos da paisagem basearam-se principalmente em: Tuan (1980) e Cosgrove (1998). O trabalho de campo constituiu-se de visitas à Agência Ambiental do Estado de Goiás, à Prefeitura do município de Minaçu, à SAMA, ao lago de Cana Brava e à UHE de Serra da Mesa e seu lago. Também, como parte dos procedimentos, foram realizadas entrevistas com os moradores do município. Constatou-se que a maioria de seus moradores percebe a atividade da mineração e dos lagos de Serra da Mesa e de Cana Brava nas perspectivas: econômicas, funcionais, estética, utópicas. Essas paisagens enquadram-se no que Cosgrove (1998) denominou de paisagens dominantes e alternativas (emergentes). Os lagos são paisagens emergentes devido ao aspecto futurista e utópico que o lago de Cana
Brava, principalmente, constitui, sendo este visto pelos moradores como uma grande potencialidade turística, sendo essa prática já existente, mas ainda incipiente. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lídia Milhomenm Pereira, Instituto Federal de Goiás

Administradora em Turismo pela Universidade Católica de Goiás, Geógrafa pela Universidade Federal de Goiás, e Mestrado em Geografia nessa mesma Instituição. Atualmente profa. efetiva de Administração e Geografia no Instituto Federal Goiano, Campus Rio Verde, GO.

Maria Geralda de Almeida, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Geografia Cultural na Universidade de Bourdou, França. Atualmente é profa. titular na Universidade Federal de Goiás.

Downloads

Publicado

15-06-2010

Como Citar

PEREIRA, L. M.; DE ALMEIDA, M. G. MINAÇU- GO: PAISAGENS E PERCEPÇÕES NAS PERSPECTIVAS DO TURISMO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 34, p. 190–202, 2010. DOI: 10.14393/RCG113416167. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16167. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos