Língua(gem), discurso e ensino

Langue/language, discours et enseignement

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v4n1-2022-66175

Palavras-chave:

Língua, Linguagem, Discurso, Ensino

Resumo

Texto de apresentação e reflexão norteadora para o número temário "Língua(gem), discurso e ensino", v. 4, n. 1, da revista Heterotópica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Figueira-Borges, Universidade Estadual de Goiás - UEG

Professor do Curso de Letras - Campus Inhumas e do Programa de Pós-graduação em Língua, Literatura e Interculturalidade (POSLLI/UEG) e do Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem (PPGEL/UFCAT). Líder do Grupo de Estudos do Discurso e de Nietzsche - GEDIN.

Grenissa Bonvino Stafuzza, Universidade Federal de Catalão - UFCAT

Professora associada do Instituto de Estudos da Linguagem e do Programa de Estudos da Linguagem (PPGEL/UFCAT). Líder do Grupo de Estudos Discursivos - GEDIS.

Cleudemar Alves Fernandes, Universidade Federal de Uberlândia - UFU

Professor Titular do Instituto de Letras e Linguística da Universidade Federal de Uberlândia e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos, nesta universidade (PPGEL/UFU). Líder do Laboratório de Estudos Discursivos Foucaultianos - LEDIF.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Para uma filosofia do ato responsável. Tradução Vladimir Miotello e Carlos Alberto Faraco. 2. ed. São Carlos: Pedro e João Editores, 2012.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução feita a partir do francês de Maria Ermantina Galvão G. Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução feita a partir do russo de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2017.

BARRETO, Raquel Goulart. A Análise de Discurso do/no Ensino: por novas práticas de linguagem na escola. Em Aberto, Brasília, ano 14, n.61, jan./mar. 1994.

BRASIL, Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

FERNANDES, Cleudemar Alves; SÁ, Israel de; DORNE, Vinícius Durval. De Michel Pêcheux a outras epistemologias em Análise do Discurso. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 1-20, 2019. Disponível em: <https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/49400>. Acesso em: 6 out. 2021. DOI: https://doi.org/10.14393/HTP-v1n1-2019-49400

FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michel. Governamentalidade. In: Microfísica do Poder. São Paulo: Edições Graal, 2008a, p. 277-293.

FOUCAULT, Michel. Segurança, Território, População. Curso dado no Collège de France, 1977-1978. São Paulo: Martins Fontes, 2008b.

FOUCAULT, Michel. Nietzsche, a Genealogia e a História. In: Microfísica do Poder. São Paulo: Edições Graal, 2008c, p. 15-37.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade: a vontade saber. v. 1. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

GADET, Françoise. Prefácio. GADET, F.; HAK, T. (Orgs.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Tradução Eni Puccinelli Orlandi. Campinas: Editora da UNICAMP, 2010, p. 7-10.

MALDIDIER, Denise. A Inquietação do Discurso: (Re) Ler Michel Pêcheux Hoje. Campinas: Pontes, 2003.

MEDVIÉDEV, Pável N. O método formal nos estudos literários: introdução crítica a uma poética sociológica. Tradução Sheila Camargo Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Contexto, 2012.

NIETZSCHE, Friedrich. Sobre verdade e mentira no sentido extra-moral. Obras incompletas. São Paulo: Editoras Globo, 1996.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução Eni Orlandi. Campinas: Editora da UNICAMP, 1997.

PÊCHEUX, Michel. Análise Automática do Discurso (AAD-69). In: GADET, F.; HAK, T. (Orgs.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Tradução Eni Puccinelli Orlandi. Campinas: Editora da UNICAMP, 2010, p. 59-158.

PÊCHEUX, Michel. O Discurso: estrutura ou acontecimento. Tradução Eni Puccinelli Orlandi. São Paulo: Pontes, 2015.

PRADO FILHO, Kleber. Uma genealogia das práticas de normalização nas sociedades ocidentais modernas. CAPONI, S. et al. Medicalização da vida: ética, saúde pública e indústria farmacêutica. Palhoça: Ed. Unisul, 2010, p. 183-191.

PRADO FILHO, Kleber. A genealogia como método histórico de análise de práticas e relações de poder. Revista de Ciências HUMANAS, v. 51, n. 2, 2017, p. 311-327. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/revistacfh/article/view/2178-4582.2017v51n2p311>. Acesso em: 13 fev. 2022. DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2017v51n2p311

SOARES, Magda. Linguagem e Escola Uma perspectiva social. São Paulo: Ática, 1987.

SOUSA, Kátia Menezes de. Inovar em AD com Foucault: a tecnologia dos enunciados no funcionamento dos dispositivos de poder. In: SOUSA, K. M. de; PAIXÃO, H. P. Dispositivos de poder/saber em Michel Foucault: biopolítica, corpo e subjetividade. São Paulo: Intermeios, 2015, p. 155-171.

VEIGA-NETO, Alfredo. Governamentalidade e educação. Revista Colombiana de Educación, Bogotá, n. 65, p. 19-41, 2013. Disponível em: <https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/RCE/article/view/2179>. Acesso em: 13 fev. 2022. DOI: https://doi.org/10.17227/01203916.65rce19.41

VOLÓCHINOV, Valentin N. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017.

VOLÓCHINOV, Valentin N. A palavra na vida e a palavra na poesia: ensaios, artigos, resenhas e poemas. Organização, tradução e ensaio introdutório e notas de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2019.

Downloads

Publicado

2022-06-30

Como Citar

FIGUEIRA-BORGES, G.; BONVINO STAFUZZA, G.; ALVES FERNANDES, C. Língua(gem), discurso e ensino: Langue/language, discours et enseignement. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 4–19, 2022. DOI: 10.14393/HTP-v4n1-2022-66175. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/66175. Acesso em: 11 ago. 2022.