O professor em discurso

subjetividade e poder

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v4n1-2022-64038

Palavras-chave:

Verdade, Poder, Subjetividade, Professor

Resumo

Nos últimos, foi possível observar uma intensa produção discursiva acerca da atuação das escolas brasileiras, da qualidade do ensino que oferecem, dos conteúdos e dos métodos de ensino a serem selecionados e da atuação de seus profissionais, principalmente os professores. Partindo de uma proposta discursiva, calcada nos pressupostos teóricos lançados por Michel Foucault e de outros pesquisadores a ele alinhados, propôs-se analisar a subjetividade de professor construída e veiculada em diferentes campos da sociedade, como o acadêmico, o jornalístico e o midiático. A série enunciativa analisada foi composta por textos que circularam em sites jornalísticos e em redes sociais, nos últimos cinco anos, que abordam a questão da docência, subjetivando o professor. As análises empreendidas indicaram que as subjetividades docentes em circulação na atualidade são várias, entre as quais: tia, comunista, doutrinador, conteudista, técnico, inovador, pesquisador, maconheiro etc. Essa pluralidade está permeada de lutas em que uma subjetividade rivaliza com outra e relacionada aos diversos dispositivos que disputam poder no campo da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adélli Bortolon Bazza, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (2004), mestrado em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (2009) e doutorado na mesma instituição (2016). Atualmente, é professora no Curso de Letras da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), participa do Grupo de Estudo Foucaultianos GEF-UEM e do Grupo de Pesquisa Práticas Discursivas na Escola (PRÁDIS - UNESPAR). 

Referências

ALFANO, BRUNO. Weintraub afirma que vai ‘atrás da zebra gorda. O Globo. 28/02/2019. Disponível em: https://oglobo.globo.com/brasil/weintraub-afirma-que-vai-atras-da-zebra-gorda-professores-que-ganham-de-15-mil-r-20-mil-23976141. Acesso em: 20/10/2021.

ALUNA processa professora por ministrar curso sobre feminismo. 28/3/2017. Disponível em: https://sul21.com.br/ta-na-rede/2017/03/aluna-processa-professora-por-ministrar-curso-sobre-o-feminismo/. Acesso em: 15/11/2021.

ANDRADE, Vinícius de. A importância da relação aluno-professor durante a pandemia. Notícias UOL. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/deutschewelle/2021/06/24/a-importancia-da-relacao-aluno-professor-durante-a-pandemia.htm . Acesso em: 15/11/2021.

BRASIL. Lançada Cartilha da Educação Domiciliar. Governo do Brasil. 28/5/2021. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/noticias/educacao-e-pesquisa/2021/05/lancada-cartilha-de-educacao-domiciliar. Acesso em: 22/10/2021.

CLERIONI, Clara. Paralização na educação: Estudantes vão às ruas em protesto contra cortes. Exame. 15/5/2009. Disponível : https://exame.com/brasil/greve-na-educacao-por-cortes-do-mec-estudantes-vao-as-ruas-em-protesto/. Acesso em: 20/11/2021.

COLETIVO Nacional dos Advogados de Servidores Públicos. Liberdade de Cátedra. 2019. Disponível em: https://ww3.icb.usp.br/wp-content/uploads/2019/08/Cartilha_Liberdade_Catedra_Ensino_Pensamento.pdf. Acesso em 15/10/2021.

DEPUTADO DO PSDB COMANDARÁ COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. UOL Notícias. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/03/11/psdb-tenta-protagonismo-com-comissao-de-educacao-na-camara.htm. Acesso em 30/10/2021.

DREYFUS, Hubert.; RABINOW, Paul. Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

FOUCAULT, Michel. Nietzsche, a genealogia e a história. In FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. São Paulo: Graal, 2013a p. 55-86.

FOUCAULT, Michel. Soberania e Disciplina. In FOUCAULT, Michel.. Microfísica do Poder. São Paulo: Graal, 2013c, p. 278-295.

FOUCAULT, Michel. Verdade e Poder. In FOUCAULT, Michel.. Microfísica do Poder. São Paulo: Graal, 2013b, p. 35-54.

MORENO, Ana Carolina; TENENTE, Luiza; FAJARDO, Vanessa. Escola sem partido: entenda a polêmica em torno do movimento e seus projetos de lei. G1 Educação. 3/8/2016. Disponível em: https://g1.globo.com/educacao/noticia/entenda-a-polemica-em-torno-do-escola-sem-partido.ghtml. Acesso em: 10/12/2021.

O MINISTRO É GERENCIALMENTE INCOMPETENTE. O Globo. Disponível em: https://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/o-ministroe-gerencialmente-incompetente-diz-ex-dirigente-do-inep-sobre-velez-rodriguez-23553539. Acesso em: 8/11/2021.

PEREZ, Fabíola. Eles fazem a cabeça dos jovens. Isto é. 30/09/2016. Disponível em: https://istoe.com.br/mario-sergio-cortella-karnal-e-clovis-barros-filho-fazem-a-cabeca-dos-jovens/. Acesso em: 31/10/2021

RECHETNICOU, Amanda Oliveira; LIMA, Sóstenes. Representação social de professores/as em textos jornalísticos de revistas semanais de informação. In: Fórum linguístico, Florianópolis, v.16, n.2, p.3711- 3728, abr./jun. 2019. Doi: http://dx.doi.org/10.5007/1984 - 8412.2019v16n2p3711.

RUSCHEL, René. Paraná é o estado mais entusiasmado com as escolas militares. Carta Capital. 220/12/2020. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/educacao/parana-e-o-estado-mais-entusiasmado-com-as-escolas-militares/. Acesso em: 18/11/2021.

SARDINHA, Edson. Bolsonaro anuncia troca de Vélez por Abrahan Weintraub no Ministério da Educação. UOL Congresso em foco. 8/4/2019. Disponível em: https://congressoemfoco.uol.com.br/temas/educacao/bolsonaro-anuncia-troca-de-velez-por-abraham-weintraub-no-ministerio-da-educacao/. Acesso em: 10/11/2021.

SARGENTINI, Vanice Maria Oliveira. Há em Foucault um gesto inaugural nos estudos do discurso? Revista Heterotópica. v.1; n.1, p.34-47, jan.-jun. 2019. Doi: http://10.14393/HTP-v1n1-2019-48526.

Downloads

Publicado

2022-06-30

Como Citar

BORTOLON BAZZA, A. O professor em discurso: subjetividade e poder. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 20–43, 2022. DOI: 10.14393/HTP-v4n1-2022-64038. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/64038. Acesso em: 15 ago. 2022.