Das lições diárias de outras tantas pessoas vivências em Psicologia Escolar na Educação Básica

Conteúdo do artigo principal

Silvia Maria Cintra da Silva
https://orcid.org/0000-0003-0834-5671
Anabela Almeida Costa e Santos Peretta
https://orcid.org/0000-0002-2376-8392

Resumo

Um referencial teórico sólido é de suma importância para que psicólogas/os desenvolvam ações em consonância com uma perspectiva crítica em Psicologia Escolar, que considere os inúmeros atores e aspectos referentes aos processos de ensino e aprendizagem: estudantes, docentes, gestores, famílias e suas condições materiais concretas; os projetos político-pedagógicos da escola e as políticas públicas educacionais. Neste artigo relatamos algumas de nossas vivências profissionais, considerando que estas podem contribuir para a atuação com estudantes e docentes da Educação Básica. Também trazemos considerações sobre uma pesquisa realizada com psicólogas/os da rede pública de educação de sete estados brasileiros que apontou a inconsistência teórico-metodológica encontrada junto às/aos participantes da pesquisa, o que enfraquecia e despotencializava o planejamento e o desenvolvimento das práticas educativas e, frequentemente, os reduzia à condição de “resolvedores” de problemas. Esses relatos se entrecruzam com alguns conceitos da Psicologia Histórico-cultural, como vivência e zona de desenvolvimento próximo, com o intuito de ilustrar e reiterar a necessidade dessa perspectiva teórica para uma educação voltada à humanização dos sujeitos nela envolvidos e com ela comprometidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, S. M. C. da ., & Peretta, A. A. C. e S. . (2022). Das lições diárias de outras tantas pessoas: vivências em Psicologia Escolar na Educação Básica . Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 6(1), 154–176. https://doi.org/10.14393/OBv6n1.a2022-64389
Seção
DOSSIÊ
Biografia do Autor

Silvia Maria Cintra da Silva, Universidade Federal de Uberlândia - Brasil

ORCID: http://orcid.org/0000-0003-0834-5671

Anabela Almeida Costa e Santos Peretta, Universidade Federal de Uberlândia - Brasil

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-2376-8392

Referências

BUKIET, S.; MÉROU, H. Les Cahiers de la République. Paris: Alternatives, 2000.

CHARTIER, A.M. Exercices écrits et cahiers d’élèves: réflexions sur des pratiques de longue durée, Le Télémaque, n. 24, p.81-110, 2003. Disponível em: Acesso em: 4 dez. 2021.

CHARTIER, A.M.; RENARD, P. Cahiers et classeurs: les supports ordinaires du travail scolaire. Repères. nº 22, p. 135-159, 2000. Disponível em: https://www.persee.fr/doc/reper_1157-1330_2000_num_22_1_2347. Acesso em: 4 dez. 2021.

COSTA, E. L. R. A Análise Neuropsicológica da Escrita em Cadernos Escolares. 1993, 214f. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, 1993.

COSTA, E. L. R. Referenciais Teóricos para a Análise Neuropsicológica de Cadernos Escolares (uma técnica auxiliar do diagnóstico). 1983, 155f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, 1983.

DELARI Jr., A.; BOBROVA PASSOS, I. V. Alguns sentidos da palavra “perejivanie” em Vigotski: notas para estudo futuro junto à psicologia russa. Anais do III Seminário Interno do Grupo de Pesquisa Pensamento e Linguagem, Campinas, p.1-40, 2009.

FACCI, M. G. D.; EIDT, N. M.; TULESKI, S. C. (2006). Contribuições da teoria histórico-cultural para o processo de avaliação psicoeducacional. Psicologia USP, 17(1), 99-124, 2006.

FACCI, M. G. D., TESSARO, N. S.; LEAL, Z. F. R. G.; SILVA, V. G.; ROMA, C. G. Psicologia Histórico-Cultural e Avaliação Psicológica: o processo ensino aprendizagem em questão. Psicologia Escolar e Educacional, 11 (2), 323-338, 2007.

FACCI, M. G. D.; SILVA, S. M. C. Por uma formação para uma atuação crítica em Psicologia Escolar e Educacional. In: SOUZA; M. P. R.; SILVA, S. M. C.; YAMAMOTO, K. (Org.). Atuação do psicólogo na Educação Básica: concepções, práticas e desafios. Uberlândia: EDUFU, 2014, pp. 275-282

GONZAGUINHA, Caminhos do Coração. In: GONZAGUINHA, Caminhos do Coração, [S. l.]: EMI-Odeon, 1982.

GVIRTZ, S. El discurso escolar a través de los cuadernos de clase. Buenos Aires:

Eudeba Facultad de Filosofia e Letras Universidad de Buenos Aires, 1999.

HELLER, A. O cotidiano e a história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000.

LEONTIEV, A. N. Os princípios do desenvolvimento mental e o problema do atraso mental. In: LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N.; VYGOTSKY, L. S. (Orgs.), Psicologia e Pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento (pp. 87-106). São Paulo: Centauro, 2005. (Trabalho original publicado em 1959).

LISPECTOR, C. Água viva. Rio de Janeiro, Rocco, 1998.

MARTINS, L. M.; CARVALHO, B. A atividade humana como unidade afetivo-cognitiva: um enfoque Histórico-Cultural. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 21,n. 4, p.699-710, 2016. DOI: https://doi.org/10.4025/psicolestud.v21i4.32431.

MARINHO, F. S. Zona de Desenvolvimento Próximo: Uma análise das produções científicas sobre a apropriação do conceito. Dissertação (mestrado). Universidade Federal de Uberlândia, MG, Brasil, 2018.

MORAES, M. C. M. Recuo da teoria: dilemas da pesquisa em educação. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 14, n. 1, 2001. https://core.ac.uk/download/pdf/25652827.pdf.

MOYSÉS, M. A. A. & COLLARES, C. A. L. Inteligência Abstraída, Crianças Silenciadas: as Avaliações de Inteligência. Psicologia USP [online]. 1997, v. 8, n. 1 [Acessado 29 Novembro 2021], pp. 63-89. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-65641997000100005. Epub 25 Nov 1998. ISSN 1678-5177. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65641997000100005.

ORGANIZAÇÃO das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – Unesco. Declaração de Salamanca, aprovada por aclamação após discussão e emenda na sessão Plenária da Conferência de 10 de junho de 1994. Sobre Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessidades Educativas Especiais. Disponível: https://www.udesc.br/arquivos/udesc/documentos/Declara__o_de_Salamanca_15226886560741_7091.pdf. Acesso em: 29 nov. 2021.

PATTO, M. H. S. A Psicologia em questão. In M. H. S. Patto & J. A. Frayze-Pereira. Pensamento cruel. Humanidades e Ciências Humanas: há lugar para a Psicologia? (pp. 3-15). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2007.

PATTO, M. H. S. Para uma crítica da razão psicométrica. Psicologia USP, São Paulo, v.8, n.1, p.47-62, 1997. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65641997000100004.

PEREIRA, E. R.; SAWAIA, B. B. Práticas grupais: espaço de diálogo e potência. São Carlos: Pedro & João, 2020.

PERETTA, A. A. C. S.; LIMA, L. R. O que revelam os cadernos escolares: uma proposta de roteiro de análise com base na Psicologia Escolar. In: NEGREIROS, F.; FONSECA, T. S. Psicologia Escolar Crítica e Registros Documentais, Campinas-SP: Átomo e Alínea, 2021.

PERETTA, A. A. C. S.; CALDAS, R. F. L.; LARA, J. S. A. A pesquisa: aspectos teórico-metodológicos. In: M. P. R. SOUZA; S. M. C. SILVA; K. YAMAMOTO. (Org.). A atuação do psicólogo na Educação Básica: concepções práticas e desafios. Uberlândia: Editora da Universidade Federal de Uberlândia (EDUFU), 2014, p. 33-46.

ROSSLER, J. H. O desenvolvimento do psiquismo na vida cotidiana: aproximações entre a psicologia de Alexis N. Leontiev e a teoria da vida cotidiana de Agnes Heller. Cadernos Cedes. v. 24, n. 62, p. 100-116, 2004. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32622004000100007.

SADALLA, A. M. F.; BARIANI, I. C. D.; ROCHA, M. S. P. M. Roteiro de Observação e Análise de Material Escrito. Psicologia Escolar e Educacional, v.3, n.2, p. 171-174, 1999. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-85571999000200009.

SANTOS, A. A. C. Cadernos escolares na primeira série do ensino fundamental: funções e significados. 2002. 152p. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, 2002.

SANTOS, A. A. C. Cadernos e outros registros escolares da primeira etapa do ensino fundamental: um olhar da psicologia escolar crítica. 2008. 313p.Tese (Doutorado em Psicologia). Instituto de Psicologia,Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

SAVIANI, D. Educação socialista pedagogia histórico-crítica e os desafios da sociedade de classes. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D. Marxismo e Educação: debates contemporâneos. Campinas: Autores Associados, 2005.

SOUZA, B. P. (Org.). Orientação à Queixa Escolar. São Paulo: Portal de livros abertos da USP, 2020. 1ª. ed. 2007. E-book. Disponível: https://orientacaoaqueixaescolar.ip.usp.br/livro/livro-oqe/. Acesso em 2 de dezembro de 2021

SOUZA, M. P. R.; YAMAMOTO, K.; GALAFASSI, C. Atuação do psicólogo na rede pública de Educação em sete estados brasileiros: caracterização, práticas e concepções. In M. P. R. SOUZA; S. M. C. SILVA; K. YAMAMOTO. (Org.). A atuação do psicólogo na Educação Básica: concepções práticas e desafios. Uberlândia: Editora da Universidade Federal de Uberlândia (EDUFU), 2014, p. 223-256.

TANAMACHI, E. R. Visão crítica de Educação e de Psicologia: elementos para a construção de uma visão crítica de Psicologia Escolar. Tese (Doutorado), Universidade Estadual de São Paulo, Marília, SP, 1997.

THIOLLENT, M. Crítica metodológica, investigação social e enquete operária. São Paulo: Polis, 1987.

TOASSA, G.; SOUZA, M. P. R. de. As vivências: questões de tradução, sentidos e fontes epistemológicas no legado de Vigotski. PSICOLOGIA USP (Impresso), p. 757-779, 2010.

VIEIRA, A. P. A. A avaliação psicológica de crianças que enfrentam dificuldades no processo de escolarização como instrumento de intervenção: proposta a partir da psicologia histórico-cultural. Tese de Doutorado. Universidade Estadual de Maringá. Maringá, 2020.

VIGOTSKI, L. S. Obras Escogidas I. Problemas teóricos y metodológicos de la Psicología. (Trad. José Maria Bravo) Madrid, ES: Centro de Publicaciones del M.E.C. y Visor Distribuciones, 1991.

VIGOTSKI, L. S. Teoria e Método em Psicologia. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia Pedagógica. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

VIGOTSKI, L. S. Quarta aula: a questão do meio da Pedologia. (M. P. Vinha, trad.). Psicologia USP, 21(4), 681-701, 2010. (Trabalho original publicado entre 1933-1934). Disponível em: http://www.revistas.usp.br/psicousp/article/view/42022/45690. Acesso em: 20 de jan. 2021.

VIGOTSKII, L. S. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual em idade escolar. In: VIGOTSKII, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone Editora, 1988. (Trabalho original publicado em 1933).