Do diagnóstico do ensino à sistematização da unidade imitação-criação uma intervenção didático-formativa com o formador de professores

Conteúdo do artigo principal

Waleska Dayse Dias de Sousa
https://orcid.org/0000-0002-5678-644X

Resumo

Pesquisa de doutorado concluída em 2016 com o objetivo de indicar contribuições para a formação de professores numa perspectiva histórico-cultural. A metodologia utilizada foi do tipo intervenção didático-formativa que na pesquisa foi compreendida como o processo de investigação-formação coletiva que intervém no âmbito do ensino com o desenvolvimento de ações interdependentes e simultâneas de formação, planejamento e implementação de atividades de ensino e estudo, observação de aulas e avaliação numa perspectiva de unidade dialética com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento integral de professores e estudantes. A pesquisa foi desenvolvida na Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, com professores que atuam nos cursos de licenciatura. A intervenção foi desenvolvida em três etapas: diagnóstico, desenvolvimento da investigação-formação e análise dos dados com a utilização de questionários de identificação, entrevistas, observação de aulas, análise de documentos e encontros de estudo, planejamento, avaliação. Como resultados foram evidenciados no diagnóstico do ensino três referências da formação-ação do professor universitário: as referências memorizadas, empíricas e da práxis. Elas orientaram os encaminhamentos da intervenção didático-formativa. A partir dessas referências foi sistematizada a unidade imitação-criação na formação de professores. A pesquisa espera oportunizar o aprofundamento do debate em torno da formação de professores numa perspectiva desenvolvimental, além de subsidiar do ponto de vista teórico- metodológico o professor universitário comprometido com a constituição permanente da sua práxis pedagógica.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Sousa, W. D. D. de. (2019). Do diagnóstico do ensino à sistematização da unidade imitação-criação uma intervenção didático-formativa com o formador de professores. Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 2(3), 618–642. https://doi.org/10.14393/OBv2n3.a2018-47437
Seção
DOSSIÊ FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Referências

DAVÍDOV, Vasili. La Enseñanza Escolar y el Desarrollo Psíquico. Moscú:Editorial Progreso, 1988.

DIAS DE SOUSA, Walêska D. Processos de imitação-criação como constituidores da práxis pedagógica. 2016. 343 f. Tese (Doutorado emEducação) –Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016. Disponível em:https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/17633/1/ProcessosImitacaoCriacao.pdf. Acesso em: 03 de mai. de 2017.

FERNANDES, Vera Lúcia Penzo. Uma leitura sócio-histórica da imitação no processo de ensino e aprendizagem. In: 30ª Reunião Anual da ANPed, 2007,Caxambu-MG. Disponível em: http://30reuniao.anped.org.br/grupo_estudos/GE01-3527--Int.pdfAcesso em: 22de set. de 2015.

GALPERIN, Piotr Yakovlevich. Sobre la formación de las imágenes sensoriales y de los conceptos, 1969. En: Colección de materiales de conferencias sobre Psicologia. Facultad de Psicologia, Universidad Estatal de Moscú, 1957.

LEONTIEV, A. N. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: HorizonteUniversitário, 1978.

LIBÂNEO, José Carlos. A Integração entre didática e epistemologia das disciplinas: uma via para a renovação dos conteúdos da didática. In: DALBEN,Ângela Imaculada Loureiro de Freitas et al. (Org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: didática, formação de professores, trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

LONGAREZI, A.M.Didática desenvolvimental no contexto da escola pública brasileira:modos e condições para um ensino que promova o desenvolvimento. Brasília, DF: CAPES, Programa Observatório da Educação, Edital 049/2012 (Projeto de Pesquisa), 2012.

LONGAREZI, A.M.Didática desenvolvimental:intervenções pedagógico-formativas desenvolvedoras de estudantes do Ensino Fundamental, Médio e Superior.Brasília, CNPq, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, (Projeto de Pesquisa), 2014.

LONGAREZI, Andréa M.; PUENTES, Roberto V. Fundamentos psicológicodidáticos para um ensino na perspectiva histórico-cultural: a unidade dialética obutchénie-desenvolvimento. In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Orgs.).Fundamentos psicológicos e didáticos do Ensino Desenvolvimental. Uberlândia:Edufu, 2017.

NASCIMENTO, Ruben de Oliveira. Um estudo da mediação na teoria de Lev Vigotski e suas implicações para a educação. 2014. 416f. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia , Uberlândia-MG, 2014.

RUBTSOV, Vitaly. A atividade de aprendizado e os problemas referentes à formação do pensamento teórico dos escolares. In: GARNIER, C.; BERNARZ, N.; ULANOVSKA, I. Após Vygotsky e Piaget: perspectivas social e construtivista escolas russa e ocidental. Porto Alegre, RS: Artes Médicas, 1996.

SÁNCHEZ VÁSQUEZ, A. Filosofia da práxis. Buenos Aires: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales –CLACSO. São Paulo: Expressão Popular, Brasil, 2011.

VIGOTSKY, Liev Semionovich. Psicologia pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2003.

VIGOTSKI, L. S. Pensamiento y habla. Buenos Aires: Colihue, 2007.

VIGOTSKI, L. S. Imaginação e criação na infância. Tradução de Zoia Prestes. São Paulo: Editora Ática, 2009.