Uma análise da concretude da atividade de ensino de matemática no ensino fundamental

Conteúdo do artigo principal

Lucas Vieira Lemos
Ademir Damazio
https://orcid.org/0000-0002-6755-3377

Resumo

Esse artigo trata da análise de manifestações docentes que refletem atuações particulares na produção de modos de ensinar Matemática no Ensino Fundamental. Visa o debate a respeito da origem das objetivações geradoras dessa prática social e trazer ao plano o conteúdo das determinações subjetivas que dela derivam. As análises delimitam-se às revelações de professoras de matemática aposentadas e de pedagogas atuantes no ensino de matemática dos anos iniciais, que se manifestam sobre a posição docente e suas produções no cumprimento dessa função. Consideramos na análise as interações inerentes à prática imediata, ligada ao processo universal dessa atividade em que se inserem as professoras, isto é, a concretude das ligações necessárias que faz da atividade uma categoria essencial na investigação da prática humana. A preocupação é com os nexos da atividade de ensino, agentes da prática docente e, por consequência, do sentido pessoal que se expressa para o professor em sua atuação. Por esse viés emerge a reflexão em vista de respostas para a seguinte questão: que características do conteúdo objetivo da atividade são geradoras de sentidos e emoções do professor em atividade de ensino? Para tanto, foram selecionados recortes das falas de quatro entrevistas com professoras de matemática aposentadas e quatro com pedagogas que, por um diálogo com um roteiro semiestruturado de questões, relataram sobre suas práticas pedagógicas. Dessas análises surgiram reflexões acerca: das determinações dos aspectos subjetivos do professor e do caráter determinante dos elementos estruturais da atividade externa em sua individualidade.


 


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Lemos, L. V., & Damazio, A. (2018). Uma análise da concretude da atividade de ensino de matemática no ensino fundamental . Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 1(4), 92–112. https://doi.org/10.14393/OBv2n1a2018-5
Seção
Dossiê Cont. teórico-metodológicas da Teoria Histórico-Cultural para a Educ Mat

Referências

BLAGONADEZHINA, L. V. Las Emociones y los Sentimientos. In: Smirnov, Leontiev, Rubinshtein e Tieplov. Psicologia. Traducción de Florencio Villa Landa.4. ed. México: Grijalbo, 1978, 355-384 pp.

DAVÝDOV, Vasili. Tipos de generalización en la enseñanza. 3. ed. Habana: Pueblo y Educación, 1982. 489p.

DAVÍDOV, Vasili. La Enseñanza Escolar y el Desarrollo Psiquico: investigacion psicológica teórica y experimental. Traducción de Marta Shuare.Moscu: Progreso, 1988.

FIORENTINI, D. Alguns modos de ver e conceber o ensino da Matemática no Brasil. In: Zetetiké, ano 3, n° 4, Campinas, UNICAMP, 1995.

LEMOS, Lucas Vieira. A Atividade do Professor e a Matemática no Ensino Fundamental: Uma Análise Sócio Histórica de Sua Estrutura e Conteúdo. 2014. 154 f.Dissertação (Mestrado) – Universidade do Extremo Sul Catarinense, Programa de Pós-Graduação em Educação, Criciúma.

LEONTIEV,Alexis Nikolaevich. O desenvolvimento do psiquismo. Tradução de Rubens Eduardo Frias. 2. ed. São Paulo: Centauro, 2004, 356 p.

______.Actividad, Conciencia y Personalidad. Buenos Aires: Ciencias del Hombre, 1978.

LUKÁCS, György. Para uma ontologia do ser social I. Tradução de Carlos Nelson Coutinho, Mario Duayer e Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2012, 431 p.

RUBINSTEIN, J. L. Principios de psicologia general. Traducción de Sarolta Trowsky. Mexico: Grijalbo,1978, 767 p.