Apresentação Contribuições teórico-metodológicas da Teoria Histórico-cultural para a educação Matemática

Conteúdo do artigo principal

Fabiana Fiorezi de Marco
https://orcid.org/0000-0002-7126-5626

Resumo

É comum presenciarmos relatos de alunos questionando: Por que tenho que aprender isso? Para quê tenho que aprender esse conteúdo? Por outro lado, professores também se questionam: O que ensinar? Quando ensinar? A quem ensinar? Por que ensinar? Como ensinar? Que matemática é necessária? O ensino de Matemática é objeto de estudo e debate de longa data, apesar de ser um campo muito discutido em congressos nacionais e internacionais da área de Educação Matemática, envolvendo pesquisadores de diversos países, com vasta literatura sobre o assunto apontando para diferentes compreensões sobre o tema. Ainda hoje pode se encontrar certa mecanização no ensino de matemática, priorizando-se o treino dos algoritmos, sem sua compreensão; um ensino "centrado no formalismo lógico, na memorização de fórmulas, no conteúdo, e não num modo de se relacionar com este de forma que quem aprende possa compreender e compreender-se no mundo onde vive" (MARCO, 2009, 17).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
de Marco, F. F. (2018). Apresentação: Contribuições teórico-metodológicas da Teoria Histórico-cultural para a educação Matemática. Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 1(4), 9–13. https://doi.org/10.14393/OBv2n1a2018-1
Seção
Dossiê Cont. teórico-metodológicas da Teoria Histórico-Cultural para a Educ Mat

Referências

MARCO, F. F. Atividades computacionais de ensino na formação inicial do professor de matemática. Tese (Doutorado em Educação: Educação Matemática) —Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas. 223p. 2009.

MOURA, M. O. de. A atividade de ensino como ação formadora. In A. D. Castro, & A. M. P. de Carvalho (Org.).Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.2002.