Sustentabilidade de Bacias Hidrográficas e Índices Compostos: Aplicação e Desafios
PDF-en (English)
PDF-pt

Palavras-chave

Índices de sustentabilidade
Indicadores
Recursos Hídricos

Como Citar

BRANCHI, B. A. Sustentabilidade de Bacias Hidrográficas e Índices Compostos: Aplicação e Desafios. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 34, n. 1, 2022. DOI: 10.14393/SN-v34-2022-63868. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/63868. Acesso em: 10 ago. 2022.

Resumo

A necessidade de uma gestão eficiente dos recursos hídricos ressalta a importância de estudos que tratam da sustentabilidade de bacia hidrográficas. Ao mesmo tempo, a complexidade do assunto justifica a escolha de indicadores sintéticos multidimensionais. O objetivo do artigo é discutir a avaliação da sustentabilidade de bacias hidrográficas por meio de índices compostos visando identificar pontos fortes e fracos desse instrumento estatístico. Trata-se de uma pesquisa exploratória, descritiva, aplicada e com abordagem quantitativa. Por meio de uma revisão da literatura dos índices de sustentabilidade e de sua aplicação em bacias hidrográficas, foi selecionado um índice da sustentabilidade de bacias hidrográficas (WSI). A escolha dos quinze indicadores que o compõem foi orientada por uma dupla abordagem que associa os critérios do modelo Pressão-Estado-Resposta (PER) às dimensões do modelo Hidrologia-Ambiente-Vida-Política (Hidrology-Environment-Life-Policy ou modelo HELP da Unesco). O WSI foi aplicado para avaliar o grau de sustentabilidade das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, em dois intervalos da década de 2010. A análise dos resultados permite observar uma leve redução do valor do índice, imputável às dimensões Hidrologia e Política que registraram um retrocesso na segunda metade da década em análise. O resultado não foi pior pelo notável avanço registrado na dimensão Vida. Esta compensação de variações é um exemplo de fraqueza do índice que implicitamente se baseia no conceito de sustentabilidade fraca. Por outro lado, a seleção de indicadores orientados pela dupla abordagem demonstra-se particularmente interessante e desafiadora na busca de associar os critérios PER às dimensões da sustentabilidade bem resumidas no modelo HELP.

https://doi.org/10.14393/SN-v34-2022-63868
PDF-en (English)
PDF-pt

Referências

AGÊNCIA PCJ - Fundação Agência das bacias PCJ. Informações das bacias. Disponível em: http://www.agencia.baciaspcj.org.br/novo/politica-de-mananciais-pcj/projeto-luisa. Acesso em: 14 Novembro, 2020.

AGÊNCIA PCJ – Fundação Agência das bacias PCJ. Banco de indicadores. 2021a. Disponível em: https://agencia.baciaspcj.org.br/instrumento-de-gesto/relatorios-de-situacoes/. Acesso em:30 Junho, 2021.

AGÊNCIA PCJ – Fundação Agência das bacias PCJ. Instrumentos de gestão: Plano de recursos hídricos e Relatórios de Situações. 2021b. Disponível em: https://agencia.baciaspcj.org.br/instrumentos-de-gestao/. Acesso em: 30 Junho, 2021.

AGÊNCIA PCJ – Fundação Agência das bacias PCJ. Execução Orçamentária. 2021c. Disponível em: https://agencia.baciaspcj.org.br/transparencia/execucao-orcamentaria/. Acesso em: 30 Junho, 2021.

ANA -Agência Nacional das Águas. Manual de Usos Consuntivos da Água no Brasil. Brasília: ANA, 2019a. Disponível em: http://snirh.gov.br/usos-da-agua/. Acesso em: 10 Julho, 2021.

ANA – Agência Nacional das Águas. ODS 6 no Brasil: visão da ANA sobre os indicadores. Brasília: ANA, 2019b.

BARBIERI, J.C. Desenvolvimento sustentável: das origens à Agenda 2030. Petrópolis: Vozes, 2020.

BARBOSA, A. P. A.; CÂNDIDO, G. A. Sustentabilidade municipal e empreendimentos eólicos: uma análise comparativa de municípios com investimentos na geração de energia eólica no estado da Paraíba. Sociedade & Natureza, v. 30, n. 2, p. 68-95, 2018. https://doi.org/10.14393/SN-v30n2-2018-4

BELL, S.; MORSE, S. Sustainability indicators: Measuring the unmeasurable? 2ª ed. London: Earthscan, 2008.

BELL, S.; MORSE, S. Routledge Handbook of Sustainability Indicators. London e New York: Routledge, 2018. https://doi.org/10.4324/9781315561103

BELLEN, H.M. van. Indicadores de sustentabilidade: uma análise comparativa. 2ª ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

BOULANGER, P.M. Sustainable development indicators: a scientific challenge, a democratic issue. Surveys and Perspectives Integrating Environment and Society, v. 1, n. 1, p. 59–73, 2008. https://doi.org/10.5194/sapiens-1-59-2008

BOULANGER, P.M. A systems-theoretical perspective on sustainable development and indicators. In: BELL, S.; MORSE, S. (ed.) Routledge Handbook of Sustainability Indicators. London e New York: Routledge, 2018. p. 124-141. https://doi.org/10.4324/9781315561103-8

BRANCHI, B. A.; FERREIRA, D. H. L. A contribuição do Modelo FPEIR nos estudos das bacias hidrográficas brasileiras. Periódicos Eletrônicos do Fórum da Alta Paulista, v. 16, n. 4, p. 76-86, 2020. https://doi.org/10.17271/1980082716420202442

CARVALHO, P.G.M; BARCELLOS, F.C. Mensurando a sustentabilidade. Em MAY, P. H. (org.) Economia do Meio Ambiente: Teoria e Prática. 2ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. p. 99-126.

CATANO, N.; MARCHAND, M.; STALEY, S.; WANG, Y. Development and Validation of the Watershed Sustainability Index (WSI) for the Watershed of the Reventazón River. 2009. Disponível em: https://web.wpi.edu/Pubs/E-project/Diposnível em/E-project-121609-171302/unrestricted/UNESCO-COMCURE.pdf. Acesso em: 23 Outubro, 2020.

CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Relatório de Qualidade das Águas Interiores do Estado de São Paulo. 2021. Disponível em: https://cetesb.sp.gov.br/aguas-interiores/publicacoes-e-relatorios/. Acesso em: 10 Julho, 2021.

CHANDNIHA, S. K.; KANSAL, L.; ANVESH, G. Watershed Sustainability Index Assessment of a Watershed in Chhattisgarh, India. Current World Environment, v. 9, n. 2, p. 403–411, 2014. https://doi.org/10.12944/CWE.9.2.22

CHAVES, H. M. L.; ALIPAZ, S. An integrated indicator based on basin hydrology, environment, life, and policy: The watershed sustainability index. Water Resources Management, v. 21, n. 5, p. 883–895, May 2007. https://doi.org/10.1007/s11269-006-9107-2

CONSÓRCIO PROFILL-RHAMA - Profill Engenharia e Ambiente S.A. e Rhama Consultoria, Pesquisa e Treinamento. Relatório Síntese - Plano de Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, 2020 a 2035. Piracicaba, 2020.

CORTÉS, A.E.; OYARZÚN, R.; KRETSCHMER, N.; CHAVES, H.; SOTO, G.; SOTO, M.; AMÉZAGA, J.; OYARZÚN, J.; RÖTTING, T.; SEÑORET, M.; MATURANA, H. Application of the Watershed Sustainability Index to the Elqui River Basin. Obras y Proyectos, v. 12, p. 57–69, 2012. https://doi.org/10.4067/S0718-28132012000200005

COSTA e SILVA, D.D.; CHAVES, H. M. L.; CURI, W.F.; BARACUHY, J. G.V.; CUNHA, T. P. S. Application of the watershed sustainability index in the Piranhas-Açu watershed. Water Policy, n.22, p. 622-640, 2020. https://doi.org/10.2166/wp.2020.011

EEA – European Environment Agency. Environmental indicators: Typology and overview. Technical report n. 25, 1999.

FJP – Fundação João Pinheiro. Estatística e Informações. 2021a. Disponível em: http://fjp.mg.gov.br/estatistica-e-informacoes/. Acesso em: 15 Julho, 2021.

FJP – Fundação João Pinheiro. Índice Mineiro de Responsabilidade Social. 2021b. Disponível em: http://imrs.fjp.mg.gov.br/. Acesso em: 15 Julho, 2021.

GUIMARÃES, R. P.; FEICHAS, S. A. Q. Desafios na Construção de Indicadores de Sustentabilidade. Ambiente & Sociedade, v. XII, n. 2, p. 307–323, Jul.-Dec. 2009. https://doi.org/10.1590/S1414-753X2009000200007

HARDI, P.; ZDAN, T. Assessing sustainable development: Principles in Practice. Winnipeg, Manitoba, Canada: International Institute for Sustainable Development, 1997.

HOEKSTRA, A.Y.; CHAPAGAIN, A. K. Water footprints of nations: Water use by people as a function of their consumption pattern. Water Resources Management. V. 21, n.1, p. 35-48, 2007. https://doi.org/10.1007/s11269-006-9039-x

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. SIDRA Sistema IBGE de Recuperação Automática. 2021. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/. Acesso em: 15 Julho, 2021.

JANNUZZI, P. de M. (2017). Indicadores sociais no Brasil. 6 ed. revisada. Campinas: Alínea.

JUWANA, I.; MUTTIL, N.; PERERA, B. J. C. Indicator-based water sustainability assessment — A review. Science of the Total Environment, n. 438, p. 357-371, 2012. https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2012.08.093

LACERDA, C.S.; CÂNDIDO, G.A. Modelos de indicadores de sustentabilidade para gestão de recursos hídricos. In: LIRA, W.S.; CÂNDIDO, G.A. (orgs.) Gestão sustentável dos recursos naturais: uma abordagem participativa [online]. Campinas Grande: EDUEPB, 2013. https://doi.org/10.7476/9788578792824.0001

MALHEIROS, T.F.; COUTINHO, S.M.V.; PHILIPPI Jr, A. Desafios do uso de indicadores na avaliação da sustentabilidade. In: PHILIPPI Jr., A.; MALHEIROS, T.F. (ed.) Indicadores de sustentabilidade e gestão ambiental. Barueri, SP: Manole, 2012a. p. 1-29.

MALHEIROS, T.F.; COUTINHO, S.M.V.; PHILIPPI Jr, A. Indicadores de sustentabilidade: uma abordagem conceitual. In: PHILIPPI Jr., A.; MALHEIROS, T.F. (ed.) Indicadores de sustentabilidade e gestão ambiental. Barueri, SP: Manole, 2012b. p. 31-76.

MALHEIROS, T.F.; COUTINHO, S.M.V.; PHILIPPI Jr, A. Construção de indicadores de sustentabilidade. In: PHILIPPI Jr., A.; MALHEIROS, T.F. (ed.) Indicadores de sustentabilidade e gestão ambiental. Barueri, SP: Manole, 2012c. p. 77-87.

MAYNARD, I. F. N.; CRUZ, M. A. S.; GOMES, L. J. Aplicação de um índice de sustentabilidade na bacia hidrográfica do rio Japaratuba em Sergipe. Ambiente & Sociedade, v. 20, n. 2, 2017. https://doi.org/10.1590/1809-4422asoc0057r1v2022017

MEADOWS, D. Indicators and Information Systems for Sustainable: A Report to the Balaton Group. The Sustainable Institute, 1998. Disponível em: https://www.donellameadows.org/wp-content/userfiles/IndicatorsInformation.pdf. Acesso em: 15 Junho, 2021.

NARDO, M.; SAISANA, M.; SALTELLI, A.; TARANTOLA, S.; HOFFMAN, A.; GIOVANNINI, E. Handbook on constructing composite indicators: methodology and user guide. Ispra, Italy: OECD Statistics Working Paper, 2005.

OECD – Organization for Economic Cooperation and Development. OECD environmental indicators: development, measurement, and use. Reference Paper. Paris, 2003. Disponível em: http://www.oecd.org/environment/indicators-modelling-outlooks/24993546.pdf. Acesso em: 13 Novembro, 2020.

PINTÉR, L.; HARDI, P.; MARTINUZZI, A.; HALL, J. Bellagio STAMP: Principles for sustainability assessment and measurement. Ecological Indicators, v. 17, p. 20–28, 2011. https://doi.org/10.1016/j.ecolind.2011.07.001

PNUMA – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Metodologia para a elaboração de Relatórios GEO Cidades. Manual de Aplicação. Versão 2. Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente Escritório Regional para a América Latina e o Caribe. Rio de Janeiro: PNUMA, 2004.

QUIROGA, R. M. Estadísticas del medio ambiente en América Latina y el Caribe: avances y perspectivas. CEPAL SERIE Manuales. Santiago de Chile, 2005.

RAPPORT, D.; FRIEND, A. Towards a Comprehensive Framework for Environmental Statistics: A stress-response approach. Vol. 11, edição 510 de Catalogue (Statistics Canada). Ottawa: Minister of Supply and Services Canada, 1979.

ROTTENBURG, R.; MERRY, S.E. A world of indicators: the making of governmental knowledge through quantification. Cap. 1. In: ROTTENBURG, R.; MERRY, S.E.; PARK, S.J.; MUGLER, J. (Ed.) The World of Indicators: The Making of Governmental Knowledge through Quantification. Cambridge University Press, 2015. https://doi.org/10.1017/CBO9781316091265

SEADE – Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. SEADE População. 2021a. Disponível em: https://populacao.seade.gov.br/. Acesso em: 15 Julho, 2021.

SEADE – Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Índice Paulista de Responsabilidade Social. 2021b. Disponível em: https://iprs.seade.gov.br/. Acesso em: 15 Julho, 2021.

SILVA, J.; FERNANDES, V.; LIMONT, M.; DZIEDZIC, M.; ANDREOLI, C. V.; RAUEN, W. B. Water sustainability assessment from the perspective of sustainable development capitals: Conceptual model and index based on literature review. Journal of Environmental Management, n. 254, 109750, 2020. http://doi.org/10.1016/j.jenvman.2019.109750

SULLIVAN, C. Calculating a water poverty index. World Development, v. 30, n.7, p. 1195–1210, 2002. https://doi.org/10.1016/S0305-750X(02)00035-9

UN – United Nations. Indicators of Sustainable Development: Guidelines and Methodologies. 3 ed., New York: United Nations, 2007. Disponível em: https://www.un.org/esa/sustdev/natlinfo/indicators/guidelines.pdf. Acesso em: 28 Fevereiro, 2021.

UN – United Nations. Transforming our world: The 2030 Agenda for Sustainable Development. New York: United Nations, 2015. Disponível em: https://sdgs.un.org/sites/default/files/publications/21252030%20Agenda%20for%20Sustainable%20Development%20web.pdf. Acesso em: 15 Abril, 2020.

UNCED - United Nations Conference on Environment and Development. Agenda 21. Rio de Janeiro 3-14 junho de 1992. Disponível em: https://sustainabledevelopment.un.org/content/documents/Agenda21.pdf. Acesso em: 15 Julho, 2021.

UNESCO - United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. The Design and implementation strategy of the HELP initiative. Technical documents in hydrology. Vol. 44, 2001. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000122948?posInSet=9&queryId=c2c0c4d3-5017-4465-99c3-29d6f30d6e67. Acesso em: 13 Novembro, 2020.

UNESCO - United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. 2 PHI-VII / Documento Técnico N° Oficina Regional de Ciencia para América Latina y el Caribe. [S.l: s.n.], 2008. Disponível em: http://www.unesco.org.uy/phi. Acesso em: November 15, 2020.

VEIGA, J. E. da. Indicadores de sustentabilidade. Estudos Avançados, v. 24, n. 68, p. 39–52, 2010. https://doi.org/10.1590/S0103-40142010000100006

VOLLMER, D.; REGAN, H. M.; ANDELMAN, S. J. Assessing the sustainability of freshwater systems: A critical review of composite indicators. Ambio, v. 45, n. 7, p. 765–780, 2016. https://doi.org/10.1007/s13280-016-0792-7

WITULSKI, N.; DIAS, J. G. The Sustainable Society Index: Its reliability and validity. Ecological Indicators, n. 114, 106190, 2020. https:// doi.org/10.1016/j.ecolind.2020.106190

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Bruna Angela Branchi

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...