Mapeamento de Áreas de Risco Associadas ao Carste em Área Urbana no Município de João Pessoa-PB
PDF-pt
PDF-en (English)

Palavras-chave

João Pessoa-PB
Riscos Geomorfológicos
Carste urbano

Como Citar

SANTOS, C. L.; SILVA, O. G.; VITAL, S. R. O. Mapeamento de Áreas de Risco Associadas ao Carste em Área Urbana no Município de João Pessoa-PB. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 34, n. 1, 2022. DOI: 10.14393/SN-v34-2022-63641. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/63641. Acesso em: 26 maio. 2022.

Resumo

No município de João Pessoa existem feições do relevo formadas por processos cársticos, denominadas depressões fechadas. A dinâmica natural do relevo cárstico é governada pelo processo de dissolução das rochas, principalmente dos carbonatos. As características geológicas identificadas e as condições relativas à evolução do relevo no referido município o colocam numa condição de área suscetível a ocorrência de processos cársticos, que, soma-se ao forte processo de urbanização observado na área. Assim, este artigo teve como objetivo identificar e caracterizar formas de relevo desenvolvidas por processos de carstificação, visando possibilitar a análise de riscos nestes ambientes, considerando, além da susceptibilidade natural, os aspectos relacionados às formas de usos e ocupação urbana. Para tanto, foram mapeadas feições de relevo cárstico, denominadas depressões fechadas. Foi elaborado mapa de suscetibilidade aos processos de carstificação por meio da técnica álgebra de mapas, considerando como fatores as condições estruturais, a litologia e a geomorfologia, assim como as condições de ocupação urbana. Por fim, os dados obtidos foram sobrepostos, tendo como produto final a classificação de áreas de risco associadas a processos cársticos. Foi verificado que a condição estrutural representa o fator preponderante para as condições de risco observadas no município de João Pessoa, estado da Paraíba, além dos impactos introduzidos no sistema cárstico em função das atividades antrópicas, que por vezes representam o gatilho para ocorrência de fenômenos como a abertura de crateras em área urbana.

https://doi.org/10.14393/SN-v34-2022-63641
PDF-pt
PDF-en (English)

Referências

AESA. Agência executiva de gestão das águas. Dados de poços tabulares da AESA, 2015.

BARBOSA, J. A. A deposição carbonática na faixa costeira Recife-Natal: aspectos estratigráficos, geoquímicos e paleontológicos. 270f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geociências. Universidade Federal de Pernambuco, 2007.

BARBOSA, T. S. Geomorfologia urbana e mapeamento geomorfológico do município de João Pessoa – PB, Brasil. 2015. 115 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.

BRASIL. Ministério de Minas e Energia. CPRM. Geologia e Recursos Minerais do Estado da Paraíba. Recife – PE, 2002. Escala: 1:500.000.

CAGEPA. Companhia de água e esgoto do Estado da Paraíba. Dados de poços tabulares da CAGEPA, 2015.

CPRM. Serviço Geológico do Brasil. Geologia e recursos minerais do estado da Paraíba. Organizado por Edilton José dos Santos, Cícero Alves Ferreira, José Maria Ferreira da Silva Júnior – Recife: CPRM, 2002. 142 p. il. 2 mapas. Escala 1:500.000.

CPRM. Serviço Geológico do Brasil. Sistema de informações de águas subterrâneas (SIAGAS). Disponível em http://siagasweb.cprm.gov.br/layout/visualizar_mapa.php. Acesso em 18 jul. de 2019.

DE WAELE, J. GUTIÉRREZ, F. PARISE, M. PLAN, L. Geomorphology and natural hazards in karst areas: a review. In: Geomorphology, v. 134, n. 1-2, p. 1-8, 2011. https://doi.org/10.1016/j.geomorph.2011.08.001.

ESRI. ArcMap 10.4 2016. Versão estudante. Disponível em https://community.esri.com/www.esriportugal.pt/sitelicense. Acesso em 20 jul. de 2020.

FURRIER, M., Araújo, M. E., Meneses, L. F. Geomorfologia e Tectônica da Formação Barreiras no Estado da Paraíba. In: Revista do Instituto de Geociências – USP, v.6, n.2, p.61-70, 2006. https://doi.org/10.5327/S1519874X2006000300008

FURRIER, M; VITAL, S. R. O. A Formação de Dolinas em Áreas Urbanas: o Caso do Bairro de Cruz das Armas em João Pessoa-PB. Revista Brasileira de Geografia Física, [S.l.], v. 4, n. 1, p. 161-173, set. 2011. ISSN 1984-2295. https://doi.org/10.26848/rbgf.v4i1.232672.

GOMES, M. SANTOS, D. J. RUCHKYS, Ú. A. TRAVASSOS, L. E. P. Caracterização microclimática de cavernas turísticas do Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, Minas Gerais, Brasil. Sociedade & Natureza, v. 33, 2021. https://doi.org/10.14393/SN-33-2021-58420

GUTIÉRREZ, F. GALVE, J. P. LUCHA, P. CASTAÑEDA, C. BONACHEA, J. GUERRERO, J. Integrating geomorphological mapping, trenching, InSAR and GPR for the identification and characterization of sinkholes in the mantled evaporite karst of the Ebro Valley (NE Spain). In: Geomorphology, n. 134, 144–156, 2011. https://doi.org/10.1016/j.geomorph.2011.01.018.

GUTIÉRREZ, T. PARISE, M. DE WAELE, J. JOURDE, H. A review on natural and human-induced geohazards and impacts in karst. In: Earth-Science Reviews, v. 138, p. 61-88, 2014. https://doi.org/10.1016/j.earscirev.2014.08.002

GUTIÉRREZ, F. Sinkhole Hazards. Oxford Research Encyclopedia of Natural Hazard Science, 2016. Diposnível: https://oxfordre.com/naturalhazardscience/view/10.1093/acrefore/9780199389407.001.0001/acrefore-9780199389407-e-40. Acesso em: 05 jul. de 2019. https://doi.org/10.1093/acrefore/9780199389407.013.40

HUANG, J. XUE, F. WANG, T. ZHAO, T. WANG, X. Karst development characteristics and collapse risk assessment along Shaoxing metro line 1. In: IOP Conference Series: Earth and Environmental Science. IOP Publishing, 2020. p. 042050. doi: 10.1088/1755-1315/570/4/042050.

LIRA, B. Blog do Bruno Lira. Disponível em http://www.blogdobrunolira.com.br/2019/02/cratera-engoli-carro-em-joao-pessoa/c Acesso em 19 jun de 2019.

SANTOS LOBO, H. A. Circulação microclimática entre superfície, grandes dolinas e cavernas no carste de São Desidério, Bahia. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 25, n. 1, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1982-45132013000100013

LOLCAMA, J. L. COHEN, H. A. TONKIN, M. J. Deep karst conduits, flooding, and sinkholes: lessons for the aggregates industry. In: Engineering Geology, v. 65, n. 2-3, p. 151-157, 2002. https://doi.org/10.1016/S00137952(01)00122-3

MARÉCHAL, J. C. LADOUCHE, B. DÖRFLIGER, N. Karst flash flooding in a Mediterranean karst, the example of Fontaine de Nîmes. In: Engineering Geology, v. 99, n. 3-4, p. 138-146, 2008. https://doi.org/10.1016/j.enggeo.2007.11.013

MICROSOFT office excel 2016. Versão Microsoft office professional plus. Microsoft corporation, 2016.

NAWAZ, B. A. SPYROPOULOS, E. AL-SAAFIN, A. Kh. Risk Assessment for Karst Hazards at a Facility in Saudi Arabia—A Case Study. Journal of Geoscience and Environment Protection, 8, 277-312, 2020. https://doi.org/10.4236/gep.2020.85018.

PEREIRA, R. G. F. A. Caracterização Geomorfológica e Geoespelelógica do Carste da Bacia do Rio Una, Borda Leste da Chapada Diamantina (Município de Itaetê, Estado da Bahia). Dissertação de Mestrado. Instituto de Geociências USP, 1998. https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44134/tde21102015155053/publico/Pereira_Mestrado.pdf

PEREIRA, L. S. FARIAS, T. S. (2020). Assessing the cultural values of the geodiversity in a Brazilian city: The historical center of João Pessoa (Paraíba, NE Brazil), Mata da Aldeia chart. International Journal of Geoheritage and Parks. https://doi.org/10.1016/j.ijgeop.2020.03.002

PORTAL G1 PARAÍBA. Disponível em https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/asfaltocedeecraterasseformamemcruzamentos-apos-chuvas-em-joao-pessoa.ghtml. Acesso em 18 jun de 2019.

QGIS.ORG, 2021. Sistema de Informação Geográfica QGIS. Associação QGIS. Versão 3.14. Disponível em http://www.qgis.org. Acesso em 20 jul. de 2021.

RODRIGUEZ, J. L. Acumulação de capital e produção do espaço: a caso da Grande João Pessoa. Ed. Universitária/UFPB: João Pessoa, 1980.

SEPLAN. Secretaria de planejamento da prefeitura de João Pessoa/PB. Dados cartográficos disponibilizados pela SEPLAN/JP, 2020.

SPRING: Integrating remote sensing and GIS by object-oriented data modelling" Camara G, Souza RCM, Freitas UM, Garrido J Computers & Graphics, 20: (3) 395-403, May-Jun 1996. https://doi.org/10.1016/0097-8493(96)00008-8

SURFER, version 12. Golden Software, 2014. Conjunto de programas. (versão de teste). Disponível em http://www.goldensoftware.com. Acesso em 20 jul. de 2020.

TRAVASSOS, L. E. P. Contribuições científicas do professor Dr. Heinz Charles Kohler para a Geomorfologia Cárstica Tropical brasileira. Sociedade & Natureza, v. 22, p. 625-637, 2010. https://doi.org/10.1590/S198245132010000300016

VESTENA, L. R. KOBIYAMA, M. SANTOS, J. C. Considerações sobre gestão ambiental em áreas cársticas. In: RA'EGA, p. 81-94, 2002. https://www.academia.edu/22755733/Considera%C3%A7%C3%B5es_sobre_gest%C3%A3o_ambiental_em_%C3%A1reas_c%C3%A1rsticas?from=cover_page

VITAL, S. R. O. TRAVASSOS, L. E. P. (2015a). Impactos decorrentes do uso do solo em dolinas da Bacia Sedimentar da Paraíba, zona oeste do município de João Pessoa (PB), Brasil. Caderno de Geografia, 25(44), 118-133. DOI 10.5752/p.23182962.2015v25n.44p.118

VITAL, S. R. O. Análise geológica-geomorfológica das depressões fechadas e dolinas em sedimentos da Formação Barreiras na região de João Pessoa (PB). 216f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-graduação em Geociências, Centro de Tecnologia e Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE, 2015b.

VITAL, S. R. O. BARRETO, A. M. F. WILLIAM, S. F. TRAVASSOS, L. E. P. Morfologia, gênese e desenvolvimento de depressões fechadas na Bacia Sedimentar da Paraíba. William Morris Davis - Revista de Geomorfologia, v. 1, n. 2. p. 190-206, 2020. https://doi.org/10.48025/ISSN26756900.v1n2.p190-206.

ZENG, J. HUANG, G. Set pair analysis for karst waterlogging risk assessment based on AHP and entropy weight. Hydrology research, v. 49, n. 4, p. 1143-1155, 2018. https://doi.org/10.2166/nh.2017.265

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Caio Lima Santos, Osvaldo Girão Silva, Saulo Roberto Oliveira Vital

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...