Nova economia e Território: um estudo das tecnologias da informação
PDF-pt
PDF-en (English)

Palavras-chave

Concetração
Informação
Conhecimento
Serviços
Cidades

Como Citar

DE OLIVEIRA, G. M. Nova economia e Território: um estudo das tecnologias da informação. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 33, 2021. DOI: 10.14393/SN-v33-2021-56230. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/56230. Acesso em: 28 maio. 2022.

Resumo

A discussão apresentada aqui está relacionada ao território e às atividades econômicas. Nesse contexto, a globalização produziu uma nova economia na qual a competitividade precisa da informação, do conhecimento, das tecnologias, e o território precisa de conteúdos que propiciem esses elementos. O trabalho tem foco nas tecnologias de informação (TI), que são tecnologias importantes para formação do mundo global e para as transformações em todos os âmbitos da sociedade. Existe um esforço para definir melhor esta atividade, que já nasce digital e flexibiliza tempos e espaço, construindo sua geografia. Assim, busca-se localizar as atividades de TI e descortinar as características deste território em que ela está fixada. O recorte de análise é o Rio Grande do Sul, e a classificação da TI parte da Classificação Nacional de Atividades Econômicas-CNAE, e se utiliza de dados da Relação Anual de Informação Social-RAIS e, com isto, obtêm-se dados absolutos das empresas e dos empregados no Estado. É uma pesquisa baseada em dados quantitativos, na qual se utilizam informações de bancos de dados nacionais para estruturar as conclusões, softwares estatísticos auxiliam as análises e a pesquisa está apoiada em cartografias, gráficos e tabelas, elaboradas pela própria pesquisa. Como resultados, temos a concentração geográfica dessas atividades, e os territórios em que elas se instalam são carregados de ciência e tecnologia, infraestrutura e capital. O que anuncia desigualdades territoriais e uma hegemonização de processos no mundo, no qual as metrópoles parecem ser as ganhadoras.

https://doi.org/10.14393/SN-v33-2021-56230
PDF-pt
PDF-en (English)

Referências

ANATEL-Agência Nacional de Telecomunicações-. Brasília: 2016. Disponível em https://www.anatel.gov.br/paineis/acessos/banda-larga-fixa

ASHEIM, Björn; GRILLITSCH, Markus; TRIPPL, Michaela. Regional Innovation Systems: Past - Presence - Future. Doloreux D.; Shearmur, R.; Carrincazeaux (eds) In: ‘Handbook on the Geography of Innovation’, Edward Elgar, UK/US, p.45-62, 2016). https://doi.org/10.4337/9781784710774.00010

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CENSO DEMOGRÁFICO 2010. Rio de Janeiro: IBGE. 2010. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9662-censo-demografico-2010

CONCLA-Comissão Nacional de Classificação.Rio de Janeiro: IBGE. 2006. Disponível em: https://concla.ibge.gov.br/

IBGE-Contas Nacionais Trimestrais.(2010-2017). Rio de Janeiro: IBGE. 2017. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/cnt/tabelas

IBGE-Produto Interno Bruto dos Municípios. Rio de Janeiro: IBGE. 2017. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/contas-nacionais/9088-produto-interno-bruto-dos-municipios

IBGE-Regiões de influência das cidades REGIC -2007,Rio de Janeiro: IBGE. 2007. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv40677.pdf

INEP- Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.Censo de educação superior Brasília: INEP. 2016. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados

INPI- Instituto Nacional de Propriedade Intelectual.(2000-2017). Rio de janeiro: INPI. 2017 .Disponível em https://www.gov.br/inpi/pt-br/central-de-conteudo/estatisticas

KNOX, Paul; AGNEW John; MCCARTHY, Linda. The geography of the world economy. New York: Routledge, 2014.

KON, Anita. Economia de Serviços: Teoria e evolução no Brasil. Rio de Janeiro, Elsevier, 2004.

LUNDVALL, Bengt-Ake ; BORRÁS, Susana. The globalising learning economy: Implications for in innovation policy. Luxembourg: Office for Official Publications of the European Communities, 1998.

MCCANN, Philip; ORTEGA-ARGILÉS, Raquel Smart Specialization, Regional Growth and Applications to European Union Cohesion Policy. Regional Studies. V. 49, 1291-1302, 2015. https://doi.org/10.1080/00343404.2013.799769

MÉDEZ, Ricardo. El territorio de las nuevas economías metropolitanas. Revista eure (Vol. XXXIII, Nº 100), pp. 51-67. Santiago de Chile, diciembre de 2007. https://doi.org/10.4067/S0250-71612007000300004

OLIVEIRA, Giovana Mendes de. O uso do território para inovação. Mercator (Fortaleza. Online). , v.13, p.53 - 60, 2014. https://doi.org/10.4215/RM2014.1302.0004

OLIVEIRA, Giovana Mendes de.Uma análise quantitativa das mulheres no mundo do trabalho das tecnologias da informação no Brasil In: Género y TIC.1 ed.Chiapas, México: El Colegio de la Frontera Sur,, 2018, v.1, p. 30-61.

OLIVEIRA, Giovana Mendes. The study of the territory and its resources among scientific and technical informational: information technologies in Rio Grande do Sul, BRAZIL. International Journal of Latest Research in Science and Technology, v. 5, 28-31, 2016.

PEREIRA, Alex Sandro Amaral ; OLIVEIRA, Giovana Mendes. De. Apontamentos geográficos sobre a nova economia: os parques tecnológicos do rio grande do sul em 2018. Geographia Meridionalis. , v.5, p.174 - 194, 2020.

RAFFESTIN, Claude. Por uma Geografia do poder. São Paulo: Ática, 2011.

RAIS- Relação Anual de Informações Sociais.Brasília: Programa de dissiminação das estatísticas do trabalho.Ministério do Trabalho, 2016. Disponível em: http://pdet.mte.gov.br/acesso-online-as-bases-de-dados.

SANTOS, Hélder Fernando da Costa. Em busca do território perdido: conhecimento, aprendizagem e inovação. Porto: Cadernos curso de doutoramento em Geografia, FLUP,289-329, 2009.

SANTOS, Milton. Dinheiro e território. GEOgraphia. Ano. 1, Nº 1, 7-13, 1999.

SANTOS, Milton. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1994.

STORPER, Michael; VENABLES, Anthony. O burburinho e força da cidade. In: DINIZ, Clélio C.; LEMOS, Mauro B. Economia e território. Belo Horizonte: Editora UFMG, 21-56, 2005.

TAKEUCHI, Hirotaka; NONAKA, Ikuro. Gestão do Conhecimento. Porto Alegre: Bookman, 2008.

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem em revista de acesso público, os artigos são licenciados sob Creative Commons Attribution (BY), que permite o uso irrestrito, distribuição e reprodução em qualquer meio, desde que o trabalho original seja devidamente citado.

 
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...