O Impacto da Pós-Graduação Stricto Sensu sobre o Estado de Saúde Mental do Brasileiro

Autores

  • Barbara Sant'ana Kuenka Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v36n2a2021-56061

Resumo

O presente estudo investigou o impacto dos cursos de pós-graduação stricto sensu sobre o estado de saúde mental do acadêmico brasileiro. Aplicou-se a metodologia Propensity Score Matching a informações da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), utilizando o diagnóstico de depressão clínica como proxy para o estado de saúde mental das observações. Resultados confirmaram o efeito depreciativo e estatisticamente relevante dos cursos de pós-graduação stricto sensu sobre o estado de saúde mental dos indivíduos da amostra analisada, especialmente sobre os homens. Estes achados refletem a necessidade de medidas de prevenção e incentivo do debate sobre saúde mental no círculo acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

SANT’ANA KUENKA, B. O Impacto da Pós-Graduação Stricto Sensu sobre o Estado de Saúde Mental do Brasileiro. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 36, n. 2, 2021. DOI: 10.14393/REE-v36n2a2021-56061. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/56061. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos