Migração, Seleção e Diferenciais de Rendimentos do Trabalho no Centro-Oeste do Brasil – 2000/2010

Autores

  • Luís Abel da Silva Filho Universidade Regional do Cariri
  • Patrick Leite Santos Universidade Federal de Uberlândia
  • Denis Fernandes Alves Universidade Federal de Pernambuco
  • Bruno César Brito Miyamoto Instituto Federal do Rio Grande do Sul
  • Jaim José da Silva Junior Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v36n1a2021-50065

Resumo

Este artigo tem como objetivo testar a hipótese de seleção positiva migratória intermunicipal na região Centro-Oeste do Brasil. Como abordagem empírica é estimado um modelo econométrico a partir do método de seleção amostral de Heckman utilizando-se os dados de migração intermunicipal extraídos dos Censos Demográficos do Brasil nos anos 2000 e 2010. Os resultados mostram que o migrante intermunicipal da região Centro-Oeste do Brasil é positivamente selecionado e que as características não observáveis afetam a decisão de migração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

DA SILVA FILHO, L. A.; PATRICK LEITE SANTOS; DENIS FERNANDES ALVES; BRUNO CÉSAR BRITO MIYAMOTO; JAIM JOSÉ DA SILVA JUNIOR. Migração, Seleção e Diferenciais de Rendimentos do Trabalho no Centro-Oeste do Brasil – 2000/2010. Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 36, n. 1, 2020. DOI: 10.14393/REE-v36n1a2021-50065. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/50065. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos