Educação popular e o desafio da devolução da palavra

Autores

  • Flander de Almeida Calixto

DOI:

https://doi.org/10.14393/REP-2003-20022

Palavras-chave:

Educação popular,

Resumo

O artigo pretende trazer uma leitura crítica sobre a devolução da palavra no ceontexto da palítica de globalização, passando pelo papel confuso do Estado e relembrando momentos em que os oprimidos, na busa porinclusão social, poderão ser levados à conseqüências extremas em suas formas de luta. Situamos a educação popular como um mecanismo paífico, que foge ao sistema formal de procesamento do saber na sociedade midiática, relembrando a experiência exitosa de Angios que não pôde ser aproveitada pelos brasileiros. Enuanto o mundo todo aprendeu de Paulo Freire, nós ficamos com fragmentos dste sistema de emanciapação. Situamos o papel da intelectualidade como uma o-gestora deste processo, sob pena de ser incendiada junto com a tecno-burogracia de que é refém se ela não mudar seu eixo de intervenção política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-10-2008

Como Citar

DE ALMEIDA CALIXTO, F. Educação popular e o desafio da devolução da palavra. Revista de Educação Popular, Uberlândia, v. 2, n. 1, 2008. DOI: 10.14393/REP-2003-20022. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/reveducpop/article/view/20022. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)