Protocolo de pesquisa artística

revelando os traços de uma experiência prática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV-v19n2a2023-68962

Palavras-chave:

Protocolo, Laboratórios de pesquisa cênica, Arte e tecnologia, Intermedialidade

Resumo

Este artigo percorre as diversas fases do Protocolo de pesquisa artística, que surge como parte de um processo de pesquisa-criação em torno à cena digital e à escrita cênica dos meios digitais. Este Protocolo é constituído por quatro fases: 1) aprendizagem técnica, 2) desenvolvimento de uma instalação cênica, 3) criação de uma primeira sequência ou exploração de variantes e 4) criação de uma segunda sequência que se baseia nas etapas precedentes, aplicadas ao objeto e sujeito de estudo desta pesquisa-criação. As fases foram concebidas num constante diálogo teórico-prático e pensadas ​​como uma primeira aproximação ao trabalho com as tecnologias digitais no palco, tendo em conta a complexidade do seu tecido relacional e o potencial narrativo, poético e estético destas mídias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2023-10-31

Como Citar

ROJAS AMADOR, P. Protocolo de pesquisa artística: revelando os traços de uma experiência prática. ouvirOUver, [S. l.], v. 19, n. 2, p. 108–131, 2023. DOI: 10.14393/OUV-v19n2a2023-68962. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/68962. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê RED CITU: Rede Latino-Americana de Criação e Pesquisa de Teatro Universitário