A Retórica do Gesto de Lavínia em Titus Andronicus

Autores

  • Igor Alexandre Capelatto Unicamp-doutorando

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV-v15n2a2019-44591

Palavras-chave:

Gesto, Shakespeare, Metalinguagem, Simbólico, Corpo

Resumo

Considerando gesto uma manifestação cultural de uma atitude ou "ação" no corpo, este trabalho investiga o corpo multifacetado, violentado de Lavínia e como ela se comunica através dos gestos na peça Titus Andronicus de William Shakespeare, uma vez que lhe é arrancada a língua: "Que dor! Esse instrumento delicioso do pensamento dela, que eloquência tão agradável modulava sempre, foi arrancado da gentil gaiola, onde, tal como pássaro melódico, cantava suaves notas e variadas, que as ouças de nós todos deleitavam". Através de Agamben, Benjamin, Flusser entre outros filósofos do gesto, este trabalho investiga o comportamento do gesto que comunica fisicalidade e subjetividade (forma e cultura) e se constitui como discurso em Titus Andronicus. Segundo Galard: o gesto é a poesia do ato.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

CAPELATTO, I. A. A Retórica do Gesto de Lavínia em Titus Andronicus. ouvirOUver, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 498–508, 2019. DOI: 10.14393/OUV-v15n2a2019-44591. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/44591. Acesso em: 17 maio. 2022.