O campo discursivo da textura sonora: diálogos e polifonias

Autores

  • Denise Blanco Sant Anna Universidade Feevale http://orcid.org/0000-0002-0233-6638
  • Juracy Assmann Saraiva Universidade Feevale
  • Ernani César Freitas Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV22-v14n1a2018-11

Resumo

O tema deste artigo discute conceitos de Bakthin e Maingueneau em uma proposta de análise de um corpus, representado aqui por uma expressão verbal e musical, definida pelo conceito de textura sonora. O objetivo é refletir sobre a forma de estruturação dos elementos musicais e verbais e das relações dialógicas que se estabelecem nesse campo sonoro. O marco teórico para a análise proposta fundamenta-se principalmente nos conceitos de dialogismo, enunciado, polifonia, intertextualidade e de uma possível aproximação com impressões relativas à cena enunciativa, à cenografia e ao ethos. Este artigo caracteriza-se como descritivo e bibliográfico e sua análise é qualitativa. Os resultados confirmam que a estrutura composicional da textura sonora revela uma natureza dialógica e intertextual que, intensificada pela polifonia e por aspectos cenográficos característicos, reforça a possibilidade de criações estéticas servirem para produção e difusão de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Blanco Sant Anna, Universidade Feevale

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Processos e Manifestações Culturais na Universidade Feevale; Mestre em Educação e graduada em Licenciatura em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente é professora adjunta da Universidade Feevale, coordena o Programa Cultura na Comunidade: Música e Teatro, o Projeto de Extensão Movimento Coral e o curso de Especialização em Música: Ensino e Expressão da mesma Universidade. Atua principalmente nas seguintes áreas: Educação musical, canto coral, formação de professores e artístico-cultural.

Juracy Assmann Saraiva, Universidade Feevale

Pós-Doutora em Teoria da Literatura pela Unicamp, professora e pesquisadora da Universidade Feevale e pesquisadora do CNPq.

Ernani César Freitas, Universidade Feevale

Doutor em Teoria da Literatura pela Unicamp, professora e pesquisadora da Universidade Feevale e pesquisador do CNPq.

Downloads

Publicado

2018-07-19

Como Citar

SANT ANNA, D. B.; SARAIVA, J. A.; FREITAS, E. C. O campo discursivo da textura sonora: diálogos e polifonias. ouvirOUver, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 154–166, 2018. DOI: 10.14393/OUV22-v14n1a2018-11. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/39276. Acesso em: 13 ago. 2022.