Texto encarnado: uma estratégia de Descolonização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV20-v13n1a2017-11

Palavras-chave:

Processo de criação, educação somática, escrita acadêmica.

Resumo

As experiências de criação textual juntamente com a criação de performances, apresentadas e analisadas, tem como objetivo central conectar a pesquisa e o corpo. A temática das criações foram as pesquisas acadêmicas desenvolvidas nos programas de pós graduação em artes cênicas do Instituto de Artes da Universidade Federal de Uberlândia. Intimamente vinculados à ecologia de saberes e à interculturalidade os processos de criação se deram no campo da sensibilização somática e do movimento significativo. A metodologia foi experimentar o projeto de mestrado por meio da criação de uma performance e criar um texto de formato livre com espaço para manifestação de subjetividade e poesia. A proposta foi provocar o estudante de pós graduação a perceber que existe um campo invisível no conhecimento, que estrutura ou desestrutura sua pesquisa. Acessar a pesquisa por meio da corporeidade é uma busca por revelar as crenças que atravessam nossas ideias sem que percebamos, nestas crenças se estabelecem processos de colonização. Os textos e as performances resultantes mostraram que as conexões entre corpo e escrita geraram a aproximação entre o pesquisador e sua pesquisa. ABSTRACT Writing and performance were a creative process. The issue was connecting arts academic researchs with the body. The processes of creation occurred through the somatic sensitization and significant movement. The methodology was the experience of the masters project through the creation of a performance and create a free form text. The goal was to notice an invisible field in knowledge, which structures their research. The texts and performances criated by fourty students showed that the connections between body and writing approximed the researcher and his research. KEYWORDS Creative process, somatic education, academic writing.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Bittenourt Meira, Universidade Federal de Uberlândia

Docente e pesquisadora na Universidade Federal de Uberlândia - UFU; Instituto de Artes: Bacharelado e Licenciatura em Teatro, Mestrado em Artes Cênicas e Mestrado Profissional em Artes, onde atua em processos de criação, educação somática, técnicas corporais e estudos culturais. Formação: Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Bacharel em Dança Mestre em Artes Doutora em Educação

Downloads

Publicado

2017-05-25

Como Citar

MEIRA, R. B. Texto encarnado: uma estratégia de Descolonização. ouvirOUver, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 148–161, 2017. DOI: 10.14393/OUV20-v13n1a2017-11. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/36990. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Poéticas e estéticas descoloniais - artes cênicas em campo expandido