Theatro Municipal de São Paulo: a história a partir da normativa da Câmara Municipal

Autores

  • Rafael de Abreu Ribeiro Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV19-v12n2a2016-7

Palavras-chave:

Pesquisa em Artes, Primeira República, Normativa

Resumo

Este trabalho analisa a normativa paulistana produzida durante a Primeira República referente ao Teatro Municipal de São Paulo como uma pequena etapa da investigação da relação entre política e música. Descreve a extração dos dados junto à Câmara Municipal de São Paulo e disponibiliza uma análise quantitativa dos itens obtidos e uma análise qualitativa do conteúdo dos mesmos. É possível verificar a importância atribuída ao prédio através do valor monetário despendido em manutenção, reforma e medidas de embelezamento do entorno, como a criação de parques, iluminação elétrica, estacionamento e asfaltamento das ruas. Como parte das conclusões, é possível afirmar que havia uma proximidade entre o Poder Público e a área da música como atividade comercial, sendo o Teatro Municipal um dos vetores dessa relação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael de Abreu Ribeiro, Universidade de Brasília

Mestrando em Musicologia na Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

RIBEIRO, R. de A. Theatro Municipal de São Paulo: a história a partir da normativa da Câmara Municipal. ouvirOUver, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 340–353, 2016. DOI: 10.14393/OUV19-v12n2a2016-7. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/33626. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Interfaces das Artes