Epistemologia, educação e artes visuais: da ascensão da visão subjetiva ao modernismo na arte e no ensino de artes visuais

Autores

  • Pablo Petit Passos Sérvio Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiás
  • Raimundo Martins Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.14393/OUV17-v11n2a2015-11

Palavras-chave:

Epistemologia, ensino de artes visuais, modernismo, romantismo

Resumo

Relacionamos a revolução epistemológica associada à ascensão do conceito de visão subjetiva - desenvolvida no romantismo e fundamental para o modernismo - com modos de conceber arte e educação. Ressaltamos que tanto romantismo, como modernismo, pautaram-se por um humanismo que celebrou, quis proteger e estimular impulsos descritos como disposições naturais dos seres humanos. Salientamos, porém, que tais movimentos mascaravam assim sua atuação em estratégias disciplinares que construíam o sujeito moderno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pablo Petit Passos Sérvio, Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiás

Doutor (2015) e Mestre (2011) pelo Programa de Pós-­graduação em Arte e Cultura Visual da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás. Atualmente, faz pós-doutorado no mesmo Programa como bolsista PNPD/CAPES. 

Raimundo Martins, Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiás

Doutor em Educação/Artes pela Southern Illinois University (EUA), pós-­doutor pela University of London (1992) e pela Universidade de Barcelona (2005-­

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

SÉRVIO, P. P. P.; MARTINS, R. Epistemologia, educação e artes visuais: da ascensão da visão subjetiva ao modernismo na arte e no ensino de artes visuais. ouvirOUver, [S. l.], v. 11, n. 2, p. 444–460, 2015. DOI: 10.14393/OUV17-v11n2a2015-11. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/31188. Acesso em: 16 maio. 2022.