O PAPEL REGULATÓRIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SOBRE A PROFISSÃO DOCENTE ENTRE 1920 E 1930

Conteúdo do artigo principal

José Carlos Souza Araújo

Resumo

O objeto deste é investigar a profissão docente em Minas Gerais entre 1920 e 1930, configurada pela perspectiva estatal, a partir das Mensagens dos Presidentes de Estado, fontes primárias estas que representam a comunicação oficial entre o Poder Executivo, responsável pelo envio anual das mesmas, e o Poder Legislativo; seu teor se expressa pelos diversos aspectos que envolvem a administração pública, e dentre elas a educação. Buscou-se evidenciar três aspectos categoriais a operar sobre a documentação em apreço: a profissão docente existente, o profissionalismo a estabelecer uma teleologia, e a profissionalização que se exercita em vista dos ideais expressos pelo profissionalismo. Tais aspectos orientaram metodologicamente a busca das evidências nas referidas Mensagens. Pode-se reconhecer o evidente papel do Estado através da legislação educacional, do controle por parte da inspeção e da punição aos professores que, apesar de seu protagonismo escolar, não devem ser compreendidos de forma autonômica ou descontextualizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Araújo, J. C. S. (2015). O PAPEL REGULATÓRIO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SOBRE A PROFISSÃO DOCENTE ENTRE 1920 E 1930. Cadernos De História Da Educação, 13(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/che/article/view/29211
Seção
Artigos