ESCOLAS DE ARTES E OFÍCIOS MECÂNICOS EM MINAS GERAIS EM FINS DO IMPÉRIO

Conteúdo do artigo principal

Carla Simone Chamon

Resumo

Este artigo trata das escolas de ensino de ofícios mecânicos em Minas Gerais nas últimas décadas do Império, período em que cresce a discussão sobre a necessidade do ensino profissional não só na Província como no País. Analisa as primeiras iniciativas efetivas direcionadas ao ensino industrial-manufatureiro, instaladas em Minas a partir de fins da década de 1870 - os Institutos de Educandos Artífices e os Liceus de Artes e Ofícios do Serro e de Ouro Preto -, bem como a discussão das elites políticas e intelectuais mineiras em torno da questão. É nosso objetivo compreender como e porque essas escolas passaram a fazer parte da pauta de discussão das elites mineiras, quais as expectativas e representações se criaram em torno delas, quais os sujeitos envolvidos nesse processo bem como alguns aspectos da organização das escolas de ensino de ofícios, sua relação com o Estado e com a sociedade mineira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Chamon, C. S. (2015). ESCOLAS DE ARTES E OFÍCIOS MECÂNICOS EM MINAS GERAIS EM FINS DO IMPÉRIO. Cadernos De História Da Educação, 13(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/che/article/view/29208
Seção
Artigos