O conceito de Identidade/Subjetividade e o processo de adoção de crianças indígenas no Mato Grosso do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/HTP-v3n2-2021-61237

Palavras-chave:

Identidade Cultural, Povos Indígenas, Discurso

Resumo

A partir de um olhar discursivo, propomos selecionar notícias veiculadas na mídia relacionadas ao processo de adoção de crianças indígenas na cidade de Dourados, região do Mato Grosso do Sul. Devido às contradições e polêmica envolvendo esse tema, propomos refletir acerca dos sentidos de Identidade e Subjetivação tendo como aporte teórico para sustentar nossa análise os dizeres de autores que se filiam tanto à tendência discursiva de base Foucaultiana quanto Pecheutiana. Dialogamos também com os autores dos estudos culturais, tais como Stuart Hall (2006) e Katryn Woodward (2014). Nossa hipótese é de que os sentidos de Identidade cultural que aparecem em enunciados jornalísticos, os quais foram reportados tanto da FUNAI quanto da Vara da Infância e Juventude, não se sustentam, diante da problemática envolvendo os sujeitos indígenas “sobreviventes” na região do Mato Grosso do Sul. Nossas reflexões apontam para um entendimento de que o processo de Identidade/Subjetividade se marca pela cristalização de estereótipos e preconceitos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sílvia Mara de Melo, Universidade Federal da Grande Dourados ‒ UFGD

Possui graduação em Letras - Português/Inglês pela Universidade Estadual de Maringá (1998), mestrado em Letras (2004) e doutorado em Linguística e Filologia da Língua Portuguesa (2009), ambos pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Campus de Araraquara (2009). Atualmente é professora adjunta na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Faculdade de Comunicação Artes e Letras (FACALE). Tem experiência na área de Linguística, atuando principalmente nas áreas: análise do discurso, leitura e produção de textos, linguística. Integra o quadro de docentes do Programa de Pós-graduação em Letras da UFGD, área de Linguística e Transculturalidade; Estudos de Linguagem e Discurso.

Referências

BORGES, Águeda Aparecida da Cruz. Da aldeia para a cidade: processos de identificação/subjetivação do índio xavante na cidade de Barra do Garças/MT, alteridade irredutível? 2018. 215f. Tese (Doutorado em Linguística), Instituto de Estudos de Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013.

BORGES, Águeda Aparecida da Cruz. Da aldeia para a cidade: processos de identificação/subjetivação e resistência indígena. Cuiabá: EdUFMT, 2018.

FERNANDES, Cleudemar Alves. Discurso e Sujeito em Michel Foucault. São Paulo: Intermeios, 2012.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 3 ed. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. 6 ed. Tradução Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

FOUCAULT, Michel. A hermenêutica do sujeito (curso dado no collège de France 1981-1982). 2 ed. Tradução Márcio Alves da Fonseca e Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FUNAI. Política Indigenista. Disponível em: <http://www.funai.gov.br/index.php/quem-somos> Acesso em: 4 maio 2019.

MOREIRA, Icléia Caires; GUERRA, Vânia Maria Lescano. Um olhar discursivo sobre o processo de subjetivação do indígena em dispositivo didático. Rua, v. 24, n. 2, p. 395-412, nov. 2018. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8653945>. Acesso em: 20 maio 2019. DOI: https://doi.org/10.20396/rua.v24i2.8653945

ORLANDI, Eni Puccinelli. Terra à vista. Discurso do confronto: velho e novo mundo. 2 ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2008.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 4 ed. Campinas: Pontes, 2002.

HALL, Stuart. A Identidade cultural na pós-modernidade. 11 ed. Tradução Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Couto. Rio de Janeiro: Lamparina, 2006.

SILVA, Tomaz Tadeu; HALL, Stuart; WOODWARD, Katryn. Identidade e Diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 15 ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 3 ed. Tradução Eni P. Orlandi. Campinas: Editora da Unicamp, 1997.

TORCHI, Gicelma da Fonseca Chacarosqui; LIMBERTI, Rita de Cássia Pacheco; MELO, Sílvia Mara de. Nas tramas do Discurso: aspectos Culturais e Ideológicos. Florianópolis: Insular, 2017.

WOODWARD, Katryn. Identidade e Diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, T. T.; HALL, S.; WOODWARD, K. Identidade e Diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 15 ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

2021-11-10

Como Citar

DE MELO, S. M. O conceito de Identidade/Subjetividade e o processo de adoção de crianças indígenas no Mato Grosso do Sul. Revista Heterotópica, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 124–138, 2021. DOI: 10.14393/HTP-v3n2-2021-61237. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/RevistaHeterotopica/article/view/61237. Acesso em: 13 ago. 2022.