Dmitry A. Leontiev Perspectivas e tensões no âmbito das psicologias histórico-culturais, com foco nas contribuições de Alexei N. Leontiev

Conteúdo do artigo principal

Andréa Maturano Longarezi
https://orcid.org/0000-0002-5651-9333
Roberto Váldes Puentes
https://orcid.org/0000-0001-8936-9362

Resumo

Dmitry Alekseevich Leontiev, neto de Alexis Nikolaevich Leontiev (1903-1979) e filho de Alexey Alekseevich Leontiev (1936-2004), é um dos psicólogos russos mais importantes da atualidade. Nasceu em Moscou, em julho de 1960, e formou-se em Psicologia pela Universidade Estatal de Moscou. É especialista em várias áreas do conhecimento psicológico, especialmente, em psicologia da personalidade e da motivação, em teoria e história da psicologia, bem como em psicodiagnóstico. Doutor em Psicologia e Chefe do Laboratório Internacional de Psicologia Positiva da Personalidade e da Motivação, atua como docente da Faculdade de Psicologia da Universidade Estatal M. V. Lomonosov, de Moscou, e da Universidade Psicológica e Pedagógica da Cidade de Moscou. Possui uma ampla produção científica e acadêmica que supera os 600 trabalhos entre artigos, capítulos e livros completos. Pela sua extensa obra, tem recebido diferentes prêmios nacionais e internacionais. Dmitry A. Leontiev, esteve no Brasil, a convite do GEPEDI – Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente, para apresentar o texto que elaborou sobre a vida, o pensamento e a obra de seu pai Alexey Alekseevich Leontiev, durante o II Colóquio Internacional Ensino Desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos, realizado em maio de 2014, em Uberlândia/ Minas Gerais / Brasil, publicado em livro homônimo (LEONTIEV, 2015 [2017]); ocasião em que se deu a presente entrevista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Longarezi, A. M. ., & Puentes, R. V. . (2021). Dmitry A. Leontiev: Perspectivas e tensões no âmbito das psicologias histórico-culturais, com foco nas contribuições de Alexei N. Leontiev . Obutchénie. Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 5(1), 232–242. https://doi.org/10.14393/OBv5n1.a2021-60597
Seção
ENTREVISTA

Referências

LEONTIEV, Alexis N. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte Universitário. 1978.

LEONTIEV, Alexis N. Actividad, conciencia y personalidad. Habana: Editorial Pueblo y Educación. 1983.

LEONTIEV, Alexis N. Sobre la teoría del desarrollo de la psique del niño. In: Antología de la psicología pedagógica y de las edades. I.I.IIiasov; V. Ya. Liaudis. Título original de la obra: Jrestomatia pi vosrastmai i pedagoguicheskei. Traducción: Carmen Rodrigues Garcia. Editorial Pueblo y Educación, 1986a, p.10-13.

LEONTIEV, Alexis N. Sobre la formación de las capacidades. In: Antología de la psicología pedagógica y de las edades. I.I.IIiasov; V. Ya. Liaudis. Título original de la obra: Jrestomatia pi vosrastmai i pedagoguicheskei. Traducción: Carmen Rodrigues García. Editorial Pueblo y Educación,1986b, p.44-54.

LEONTIEV, Alexis N La comprensión del significado por parte del portador de la lengua. In: Antología de la psicología pedagógica y de las edades. I.I.IIiasov; V. Ya. Liaudis. Título original de la obra: Jrestomatia pi vosrastmai i pedagoguicheskei. Traducción: Carmen Rodrigues Garcia. Editorial Pueblo y Educación,1986c, p.260-265.

LEONTIEV, Alexis N.; El enfoque histórico em el estudio de la psiquis del hombre. In: PUZIREI, Andrei; GUIPPENREITER, Yulia – El proceso de formación de La psicología marxista Editorial Progreso. Moscú, 1989a. Traducido Del russo por Marta Shuare. ISBN 5-0-001254-5.

LEONTIEV, Alexis N. El problema de la actividad em la psicología. In: In: PUZIREI, Andrei; GUIPPENREITER, Yulia – El proceso de formación de La psicología marxista Editorial Progreso. Moscú, 1989b. Traducido del ruso por Marta Shuare. ISBN 5-0-001254-5.

LEONTIEV, Alexis. N. Acerca de la importancia del concepto de actividad objetal para la psicología. In: ROJAS, Luis Quintanar. (compilador) La formación da las funciones psicológicas durante el desarrollo del niño. Universidad Autónoma de Tlaxcala. México. Segunda reimpresión: 2001. Traducción del ruso: Yulia V. Solovieva.

LEONTIEV, Alexis N. Uma contribuição para o desenvolvimento da psique infantil. In: VIGOTSKI, L. S., LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 10ªed. São Paulo: Ícone, 2006.

LEONTIEV, Alexis N. As necessidades e os motivos da atividade. In: LONGAREZI, A.M.; PUENTES, R.V. Ensino Desenvolvimental. Antologia I, Uberlândia: Edufu, 2017, p. 39-58.

LEONTIEV, Dmitry A. Joint Activity, Communication, and Interaction (Toward Well-grounded "Pedagogy of Cooperation"), Journal of Russian & East European Psychology, Vol. 30, n.2, 1992, 43-58.

LEONTIEV, Dmitry A. Three Facets of Meaning. Journal of Russian and East European Psychology, vol. 43, no. 6, November–December 2005, p. 45–72.

LEONTIEV, Dmitry A. Questões de educação e psicologia pedagógica nas obras de A. A. Leontiev (2015). In: PUENTES, Roberto V.; LONGAREZI, Andréa M. (Orgs.). Ensino Desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos. Livro II. Uberlândia. Edufu. 2017. Disponível em: http://www.edufu.ufu.br/sites/edufu.ufu.br/files/e-book_ensino_desenvolvimental_livro_ii_2015_0.pdf. Acesso em: 30.05.2019.

LONGAREZI, Andréa M. Prefácio. PUENTES, Roberto V.; CARDOSO, Cecília G. C.; AMORIM, Paula A. P. (Orgs.). Teoria da atividade de estudo: contribuições de Daniil Borisovich Elkonin, VasiliVasilovich Davidov e Vladimir Vladimirovich Repkin. 1. ed. Curitiba: CRV, 2019a.

LONGAREZI, Andréa M. Significado, sentido e Atividade de Estudo: uma problematização dos motivos na estrutura da atividade. GUADALUPE, Sueli. (Org.) Significado e sentido na educação para a humanização. Marília: UNESP, 2019b.

LONGAREZI, Andréa M. Gênese e constituição da Obutchénie Desenvolvimental: expressão da produção singular-particular-universal enquanto campo de tensão contraditória. Revista Educação (Santa Maria online), v. 45, p. 1-32, 2020a. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/48103#:~:text=Apreender%20a%20generalidade%20e%20a,do%20singular%2Dparticular%2Duniversal.

LONGAREZI, Andréa M. Didática desenvolvimental: um olhar para sua gênese na tradição da teoria histórico-cultural e possíveis desdobramentos para a realidade brasileira. In: FRANCO, Adriana de F.; TULESKI, Silvana C.; MENDONÇA, Fernando. (Org.). Ser ou não ser na sociedade capitalista: o materialismo histórico-dialético como método da Psicologia Histórico-Cultural e da Teoria da determinação social dos processos de saúde e doença. 1ed.Goiânia: Editora Phillos, 2020b, v. 1, p. 54-87.

LONGAREZI, Andréa M.; FRANCO, Patrícia L. J. A.N. Leontiev: a vida e a obra do psicólogo da atividade. In: LONGAREZI, Andréa M.; PUENTES, Roberto V. (Orgs.). Ensino Desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos. Livro I. Uberlândia. Edufu. 2013.

LONGAREZI, Andréa M, FRANCO, Patrícia J. L. А.Н. Леонтьев: жизнь и деятельность психолога (Vida e obra do psicólogo da Atividade). Дубненский психологический журнал (Jornal de Psicologia de Dubna), Dubna/Rússia, n.1, 2015.

PUENTES, Roberto V. Didática desenvolvimental da atividade: o sistema Elkonin-Davidov (1958-2015) Obutchénie. Revista de Didática e Psicologia Pedagógica. GEPEDI/ Uberlândia: EDUFU, 2017, vol. 1. n.1, p. 20-58. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/Obutchenie/article/view/38113/21567. Acesso em: 06/07/2018.

PUENTES, Roberto V.; LONGAREZI, Andréa M. A Didática Desenvolvimental: seu campo conceitual na tradição da psicologia histórico-cultural da Atividade. In: LONGAREZI, Andréa M.; PUENTES, Roberto V. (Orgs.). Fundamentos psicológicos e didáticos do Ensino Desenvolvimental. Uberlândia: EDUFU, 2017a.

PUENTES, Roberto V.; LONGAREZI, Andréa M. Didática desenvolvimental: sessenta anos de tradição teórica, epistemológica e metodológica. Obutchénie. Revista de Didática e Psicologia Pedagógica. GEPEDI/ Uberlândia: EDUFU, 2017b, vol. 1. n.1, p. 9-19. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/Obutchenie/article/view/38417/22696. Acesso em: 06/07/2018.