DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM MÉDICOS VETERINÁRIOS

Autores

  • ALINE HIROSSE Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, (SP), Brasil
  • EDUARDO FERNANDES BONDAN Universidade Paulista, São Paulo (SP), Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14393/VTv21n2a2015.29957

Palavras-chave:

Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho, Médicos veterinários, Prevalência

Resumo

Na atualidade, os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho apresentam elevadas taxas de prevalência mundial, afetando também diversas categorias de profissionais da saúde. O presente estudo objetivou determinar a suscetibilidade e a prevalência de doenças ocupacionais dentre os médicos veterinários. Para tal, foi realizado estudo transversal quantitativo, de caráter descritivo-exploratório, entre 100 médicos veterinários atuantes na cidade de São Paulo (SP) e com mais de 1 ano de atividade. Os resultados demonstraram que 69% dos veterinários apresentarem sintomatologia musculoesquelética dolorosa, sendo que 81% relacionaram a sua ocorrência com as atividades ocupacionais. Considerando as respostas dos entrevistados acerca das atividades laborais que desencadeavam dor, como, por exemplo, manutenção postural por tempo prolongado e levantamento e contenção de animais pesados, observou-se concordância entre as áreas acometidas, as ações executadas cotidianamente e a jornada de trabalho acima de 40 horas semanais. Houve também associação entre sintomas osteomusculares e faixa etária jovem, uma vez que a amostra foi composta predominantemente por indivíduos com idade média de23 a30 anos, atuando na Medicina Veterinária entre 1 e 5 anos. Em função da alta prevalência encontrada neste estudo de doenças ocupacionais dentre os veterinários, evidencia-se a necessidade da implantação de ações preventivas e de estudos ergonômicos para a manutenção da integridade do sistema musculoesquelético, em busca da melhoria da qualidade de vida dos profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ALINE HIROSSE, Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, (SP), Brasil

Fisioterapeuta e Médica Veterinária formada pela Universidade Cruzeiro do Sul

EDUARDO FERNANDES BONDAN, Universidade Paulista, São Paulo (SP), Brasil

Médico Veterinário formado pela UFPel, Doutor em Patologia Experimental e Comparada pela Universidade de São Paulo; Professor Titular de Fisiologia da Universidade Paulista.

Downloads

Publicado

2015-11-06

Como Citar

HIROSSE, A., & BONDAN, E. F. (2015). DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM MÉDICOS VETERINÁRIOS. Veterinária Notícias - Vet Not, 21(2). https://doi.org/10.14393/VTv21n2a2015.29957