PARASITÓIDES DE RAVINIA BELFORTI PRADO & FONSECA, 1832 (DIPTERA: SARCOPHAGIDAE) EM FEZES DE GADO BOVINO EM ITUMBIARA, GO - COMUNICAÇÃO

Autores

  • Carlos Henrique Marchiori ILES-ULBRA
  • Otacílio Moreira Silva Filho ILES-ULBRA
  • Márcio de Paula Borges ILES-ULBRA
  • Paulo César Moraes ILES - ULBRA
  • Sandra de Bessa Arantes ILES - ULBRA

Palavras-chave:

Dípteros, Ravinia belforti, parasitóides, Spalangia cameroni.

Resumo

Este estudo teve como objetivo verificar a freqüência de parasitóides associados com Ravinia belforti Prado & Fonseca, 1832 (Diptera: Sarcophagidae) presentes em fezes de gado bovino, em Itumbiara, GO, de junho a setembro de 2003. As pupas foram isoladas pelo método de flutuação. Elas foram individualizadas em cápsulas de gelatina até a emergência das moscas domésticas e/ou dos seus parasitóides. A freqüência de parasitismo observada foi de 22,5%. A freqüência de parasitismo apresentada pelos parasitóides Pachycrepoideus vindemiae, Spalangia cameroni, Spalangia nigra e Spalangia nigroaenea foi de 18,75%, 6,25%, 12,5% e 62,5%, respectivamente. Este é o primeiro relato de S. cameroni em pupas de R. belforti no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-27

Como Citar

Henrique Marchiori, C., Moreira Silva Filho, O., de Paula Borges, M., César Moraes, P., & de Bessa Arantes, S. (2008). PARASITÓIDES DE RAVINIA BELFORTI PRADO & FONSECA, 1832 (DIPTERA: SARCOPHAGIDAE) EM FEZES DE GADO BOVINO EM ITUMBIARA, GO - COMUNICAÇÃO. Veterinária Notícias - Vet Not, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18814

Edição

Seção

Artigos