Exportações em intensidade tecnológica e o crescimento econômico das microrregiões da região Nordeste do Brasil

Autores

  • Adeilson Elias de Souza UFSM
  • Paulo Ricardo Feistel UFSM
  • Magno Vamberto Batista da Silva UFPB

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v37n1a2022-55461

Resumo

O objetivo da pesquisa é avaliar a relação entre as exportações, desagregadas por nível de intensidade tecnológica, e o crescimento econômico das microrregiões nordestinas no período de 2010 a 2016. Para isso, foi estimado o modelo de crescimento econômico proposto por Cuaresma e Wörz (2005) em dados em painel. Os resultados apontaram que as exportações de baixa intensidade tecnológica contribuem para redução do crescimento econômico das microrregiões do Nordeste, ao possuírem produtividade inferior que a do setor doméstico. Nesse sentido, as microrregiões Nordestinas necessitam de investimentos nos setores de infraestrutura e P&D, para se desenvolver economicamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-20

Edição

Seção

Artigos