Reparações e Dívidas Aliadas no Entreguerras: de Versalhes (1919) a Lausanne (1932)

Autores

  • Arthur Osvaldo Colombo Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Sarah Gonçalves Patrocínio Sartório Cedeplar / Universidade Federal de Minas Gerais
  • Diego Gonçalves Favorato Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v36n2a2021-52644

Resumo

O artigo se propõe a explicitar os principais desdobramentos dos pagamentos das reparações da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) impostas à Alemanha. Neste, inicialmente são mencionadas as perdas humanas e materiais devido à Primeira Guerra Mundial. Ao final da guerra, uma nova reorganização territorial da Europa iria emergir, com a desintegração de impérios e o surgimento de novos países. Ao final, discute-se os reparos de guerra instituídos no Tratado de Paz de Versalhes (1919), de modo que as dificuldades econômicas enfrentadas pela Alemanha e pela França, em específico, surgem como ponto central da discussão deste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

OSVALDO COLOMBO, A. .; GONÇALVES PATROCÍNIO SARTÓRIO, S.; FAVORATO, D. G. Reparações e Dívidas Aliadas no Entreguerras: de Versalhes (1919) a Lausanne (1932). Revista Economia Ensaios, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, v. 36, n. 2, 2021. DOI: 10.14393/REE-v36n2a2021-52644. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistaeconomiaensaios/article/view/52644. Acesso em: 12 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos