Contribuição da Educação para a Queda da Desigualdade de Rendimentos do Trabalho no Brasil entre 1995 e 2014

Autores

  • Vitor Hugo Miro Couto Silva Universidade Federal do Ceará
  • João Mário Santos de França Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará / Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v36n2a2021-51406

Resumo

Este estudo investiga mudanças na desigualdade de rendimentos do trabalho no Brasil entre 1995 e 2014. O objetivo principal é realizar uma avaliação da contribuição da educação para tais mudanças e, para isso, aplica-se o método de regressões em funções de influência recentradas (Recentered Influence Function - RIF) e a generalização da decomposição de Oaxaca-Blinder propostos por Firpo et al. (2007 e 2018). Os resultados mostram que mudanças na estrutura de rendimentos, mensuradas pelo denominado efeito preço, foram predominantes para explicar a contribuição da educação para a queda da desigualdade no período analisado. Por sua vez, mudanças na composição educacional da força de trabalho apresentaram um efeito contrário à queda observada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-21

Edição

Seção

Artigos